Câmaras Municipais retornam atividades. Em Palestina, vereador prioriza acompanhamento de vacinação do restante da comunidade

Publicado em 5 de agosto de 2021

Por toda a semana que chega ao seu final, os  vereadores paraenses voltaram às atividades depois do recesso parlamentar do meio do ano.

Em Palestina do Pará, nesta quarta-feira, 4, o Legislativo também iniciou o cumprimento do seu calendário anual de sessões ordinárias, realizando a primeira sessão do segundo período de 2021.

Lá da cidade, o colaborador Ronaldo Lemos, que estará sempre mandando notícias dos municípios de Palestina e Brejo Grande do Araguaia,  dá destaque para a atuação do vereador Sezostrys  Alves da Costa (PSD) que pediu, em plenário, a construção da expansão da travessa Duque de Caxias, e a urbanização do entorno da feira municipal, terminal rodoviário, e UBS Amaury, com obras para estacionamento e calçamento.

Sezostrys  Costa (foto ao lado) justifica a solicitação considerando que a área central da cidade possui três importantes obras públicas com grande volume de circulação de pessoas e trafegabillidade de veículos, que são o  A Feira do Produtor –  onde ocorrem as tradicionais feiras da agricultura familiar -, o Terminal Rodoviário e a Unidade Básica de Saúde Amaury  . “ As obras solicitadas permitiram a essa área ter mais um acesso importante, além de tornar a parte central da cidade mais urbanizada, organizada e segura para nossa população”, disse o parlamentar.

 

Em contato com o blog, Sezostrys  Costa fez um resumo do que deve ser priorizado pela Câmara Municipal, no segundo período legislativo.

 

– “Eu, particularmente, considero importante o legislativo acompanhar, e fiscalizar, o calendário de vacinação de nossa população. Precisamos cobrar o avanço na vacinação dos grupos etários, porque vemos muitos municípios paraenses já vacinando pessoas acima de 20 anos. Precisamos, urgentemente, completar o ciclo de vacinação nas pessoas de maior idade, ou seja, aquelas  de 18 anos acima. Palestina é um município cuja popualçao tem poder aquisitivo muito baixo, raras oportunidades de emprego e renda. Se a gente não cuidar da saúde de nossa comunidade, vacinando-a por inteira, mais dificultoso será a retomada das atividades produtivas. Precisamos fechar o ano 2021 com essa página virada, ou seja, todos com as duas doses de vacina no braço. Festejar o Natal, na casa de cada um, sabendo que ninguém deixou de ser vacinado. Essa é a prioridade, pelo menos pra mim, até o final do ano”, diz o vereador, que tem se revelado em seu mandato com preocupações voltadas à inclusão social e compromisso com a defesa dos direitos humanos.

 

Além de bastante atuante, Sezostrys tem revelado ações bastante criativas.

Ele lançou o projeto “Palestina Vista do Alto”, que são videos gravados em um drone que ele usa para apresentar publicamente a cidade e seus detalhes mais importantes.

Nas redes sociais, o “Palestina Vista do Alto” já é sucesso, recebendo  milhares de reações positivas.

Mas não é so isso.

O projeto da cidade vista do alto está possibilitando o vereador identificar problemas que  “vistos de baixo”, como ele diz, passam despercebidos – em muitos casos.

“O projeto  ´Palestina Vista do Alto´ tem servido  nesse aspecto, porque  com as imagens aéreas consigo visualizar as situações que necessitam  de cuidados e de intervenções do poder público. Foi vendo as imagens feitas  de um drone que  observei a importância de se expandir a  travessa Duque de Caxias, saindo da praça Brasil até o retorno da área onde estão os três prédios. Estudei em detalhes a situação e apresentei o requerimento  das obras de urbanização. Observe nessas duas fotos ( vereador mostra as fotos pro repórter – publicadas  acima),  a primeira, sem o gráfico vermelho,  mostra em amplitude como está a travessa Duque de Caxias,  parte da rua deteriorada, sem asfaltamento. Essa rua é a que dá acesso ao Terminal Rodoviário, sem urbanização. A foto mostra também os outros prédios da Feira do Produtor, em prineiro plano, e a USB Amaury, já quase no entorno da praça Brasil. O Terminal é o que fica no centro. A marcação em vermelho é o trecho da travessa para o qual solicito urbanização. Reflitam o quanto é importante uma intervenção de infraestrutura nessa área tão povoada e frequentada diariamente….”, explica o vereador.

Sezostrys  Alves da Costa lembra ainda, em conversa com o repórter, que as autoridades do Estado devem sempre estar atentas para  priorizar municipios com o perfil da Pelestina, localizada nos limites fronteiros com o Estado do Tocantins.

“É sempre bom lembrar que Palestina tem pouco mais de 8 mil habitantes, conforme  estimatuvas do IBGE para 2021.  Nesse contexto, temos um IDH (Índice de Desenvolvinto Humano) pouco mais de 0,5, medido em 2010. Ou seja, muito baixo.  Como representantes da comunidade, precisamos estar atentos para nossos problemas, que se multiplicam em razão de nao termos uma  consolidação econômica geradora de emprego e renda à altura e nossas necessidades.  Queiram ou não alguns críticos da existência do legislativo municipal, o vereador é muito importante para a sociedade e para o desenvolvimento sustentável de um Município. Não se pode rebaixar o mandato de um vereador, como se a Câmara Municipal fosse composta por homens que não tiveram seus nomes respaldados e qualificados por meio do voto direto da população. Se há o vereador hoje nas Câmaras Municipais é por que alguém os colocou ali. Lembrando também  que esses vereadores saíram do seio da população, razão maior para que nós, detentores de um mandato, cumpramos com nossa missão com dignidade, respeito ao voto democrático e mostrando serviço às comunidades”, finalizou Sezostrys  Costa.