Hiroshi Bogéa On line

Call Center da Celpa

Leitora dizendo-se operadora do telemarketing da Celpa opina sobre crítica de comentaristas ao atendimento da distribuidora de energia no Pará, cujo call center funciona no Estado do Mato Grosso:

Olá, tb sou uma infeliz atendente do call center de Mato Grosso do sul, não é exatamente o que eu gostaria de fazer a esta altura da vida, principalmente porque atendemos desde muitas pessoas desinformadas,como aquelas que sempre pedem “um jeitinho” pra resolver o problema de falta de energia ou outros.Minha mãe disse pra eu estudar…

Mas infelizmente nós aguentamos todo tipo de estupidez, quando na verdade apenas seguimos normas da empresa para a qual prestamos serviços, não somos nós de resolvemos ou deixamos de resolver os problemas dos clientes da Celpa, bem que eu gostaria, mas não depende de nós atendentes.

O grande problema é que nem todos os atendentes das lojas fazem um bom trabalho e não recebem qualquer monitoria, ao contrário de nós atendentes que somos monitorados e gravados em todos os atendimentos, por isso os atendentes das lojas muitas vezes passam informações erradas aos clientes, passam pro 0800 serviços que eles mesmo deveriam fazer.

O que acontece com a Celpa? A gente sempre pega muitas solicitações geradas de forma errada pelos atendentes de lojas e do call center do Para. Gente, prestem atenção, vamos fazer um bom atendimento para todos os clientes, pois se fôssemos nós nesse sofrimento de ser mal atendido e ficar até mesmo uma semana sem energia?

Pelo amor de Deus!!! Quero deixar claro que faço o meu trabalho da melhor forma possível e fico indignada com serviços errados, mal atendidos ou pior, nem atendidos!!

E consumidores, vamos ter mais conciência, parem com as fraudes, pois isso piora muito o fornecimento e consequentemente a vida de vocês e dos demais clientes.

Não defendo a Celpa (que aliás,esta bem mal das pernas) mas só quero que saibam…atendente não é dono da Celpa e nada poderá fazer além de seguir regras e fazer um bom atendimento para que possa garantir o pão de cada dia, como todo trabalhador honesto.

Obrigada aos que compreendem meu desabafo em nome de todos os atendentes.

Ah e mais uma coisa, quando um de nós de Campo Grande Mato Grosso do Sul atender não desligue o telefone, ou reclame dizendo que nós, por estarmos longe não vamos resolver nada, além de ser falta de educação e desmerecer nosso trabalho, é puro engano, porque geramos a maioria de serviços da Celpa da forma mais correta, pois nossa monitoria funciona e nos penaliza quando erramos com o cliente. Ao contrário de outros atendimentos (sem desmerecer outros trabalhadores, mas se houvesse mais fiscalização aí no Pará em cima das equipes de trabalho, melhoraria mais um pouquinho pra população aí.

Valeu..Aquele abraço!!
Post de 

3 Comentários

  1. Anonymous

    1 de julho de 2010 - 14:53 - 14:53
    Reply

    Hiroshi, em Tucuruí, berço da maior hidreletrica totalmente brasileira, a população, através de associações comunitárias e vereadores, se revoltaram e "novamente" estão acampados no escritório da CELPA, em virtudo dos mais do que constantes apagões na cidade, que alem do mais paga uma das tarifas mais altas do país.

  2. Hiroshi Bogéa

    28 de junho de 2010 - 16:10 - 16:10
    Reply

    12:36, nem Ana Júlia, nem qualquer outro governo pode resolver os problemas da Celpa, já que ela é uma empresa privada. É bom cobrar essa fatura do Almir Gabriel que torrou a concessionária, ao vendê-la por 400 milhões e até hoje não se sabe pra onde foi esse dinheiro. Governo só pode meter o bedelho na Celpa, agora, reestatizando-a.

  3. Anonymous

    28 de junho de 2010 - 15:36 - 15:36
    Reply

    Mas porque sera que a Ana Júlia não resolveu esses problemas de atendimento da população paraense pela rede celpa?
    Entra governo e sai governo, os discursos são os mesmos e as mudanças não acontece

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *