Caça às bruxas

Publicado em 13 de janeiro de 2009

A secretaria municipal de Administração encaminhou oficio à Associação da Mulher de Marabá solicitando a devolução de 27 servidores públicos cedidos à instituição  sob argumento de que a prefeitura necessita atualizar o cadastramento de seus quadros.

Para quem não sabe, a Associação da Mulher presta relevantes serviços à sociedade ajudando a educar crianças da idade de 3 a  5 anos filhos de famílias pobres. As quatro creches mantidas pela entidade, nos quatros núcleos populacionais, oferecem Educação Infantil para mais de seiscentos menores com excelente trabalho pedagógico reconhecido pelo MEC.

Integrante do Conselho Municipal de Assistência Social, a Associação de Mulher sempre foi tida como parceira de primeira hora da prefeitura pelo trabalho sério desenvolvido e sem nenhuma restrição legal.

Com a devolução dos 27 servidores, entre professores, diretores e auxiliares administrativos, não restará outra saída senão o fechamento das quatro creches.

O discurso oficial fala que em inicio de governo, exige-se a adequação de funções e outras baboseiras que não fazem parte das preocupações da SEMAD quanto à rede pública municipal de ensino, que já esta teve suas atividades iniciadas ontem sem que haja conhecimento do pedido de devolução de servidores extensos às outras escolas.

Resumindo: os dirigentes da Associação da Mulher suspeitam de que por trás do ofício haja pesado ranço de  retaliação do prefeito Maurino Magalhães às manobras de bastidores que levaram a vereadora Júlia Rosa a conquistar a presidência da Câmara Municipal contra orientação do prefeito de Marabá.

Júlia Rosa é quem toca há vários anos a Associação de Mulher.

——————–

atualização às 18:25

Fonte da SEMAD informa que o pedido de devolução de servidores foi feito a todos os órgãos e entidades com as quais a prefeitura mantém convênios. Objetivo, segundo informa, é saber “quem é quem” na administração municipal. Só não quis aventar a possibilidade dos 27 servidores serem cedidos, novamente, à Associação da Mulher.