Hiroshi Bogéa On line

Cá e lá

Além da disputa que trava para tentar ser uma das três agências da prefeitura de Belém, a C8 mobiliza-se politicamente para abocanhar R$ 300 mil mensais da conta da prefeitura de Marabá.

Post de 

10 Comentários

  1. Anonymous

    18 de abril de 2009 - 19:38 - 19:38
    Reply

    Temos é que investigar nesta área muita coisa. Por exemplo, eu trabalho no auxílio da paróquia de Nazaré e venho acompanhando a anos a vergonhosa contratação de uma tal de Mendes, que faz de tudo pra não lagar o osso. Deve dar muito dinheiro isso mesmo, essa mendes esta rica só com o Círio. Tudo que queremos fazer de propaganda tem que passar obrigatoriamente por ela, isso é uma vergonha pra organização do Círio de Nazaré, fechar em torno de uma única agência sem dar chance ao resto do mercado, o loby danado do bom. Vai ver tem muita gente se beneficiando com isso.

  2. Anonymous

    15 de abril de 2009 - 09:07 - 9:07
    Reply

    E ainda sobre Marabá. Eis que surge uma nova tática envolvendo um destacado veículo de comunicação da cidade. Um membro da família assumiu a área de comunicação da prefeitura e logo logo surgiu uma agência laranja…enquanto isso… as páginas são só elogios ao MAUrino!!!

  3. Anonymous

    14 de abril de 2009 - 17:05 - 17:05
    Reply

    Não quero me identificar por caua de represálias por parte das oligarquias da Comunicação no Pará (velhas agências com pensamentos velhos). Trabalhei na C8 Comunicação e não vi nada lá errado ou obscuro lá dentro, pelo contrario trabalhavamos bastante para conseguir espaço. Não entendo essas autorização para Griffo, Vanguarda, OMG, Amazon, DC3, Mendes, Double M e outras que entraram nos Governos pela janela fazerem o que quizerem e ninguém falar nada. Deixem a C8 trabalhar em paz.

    Assinado Atividade

  4. Mara Lopes

    13 de abril de 2009 - 06:11 - 6:11
    Reply

    C8 é afilhada do vice-prefeito.
    Tá dentro. Presta atenção no que digo!

  5. Anonymous

    12 de abril de 2009 - 21:06 - 21:06
    Reply

    Mais uma do pessoal de Palmas, que já controlam os Bufets e a iluminação publica.

  6. Anonymous

    11 de abril de 2009 - 18:21 - 18:21
    Reply

    outra ?

  7. Anonymous

    11 de abril de 2009 - 11:48 - 11:48
    Reply

    è amigo,mas tem muita gente aqui em marabá rico por este tipo de serviço. Recentemente, bem recente vcs vao ver uma empresa nova do tocantins. ESPERAAAAAA.

  8. Anonymous

    9 de abril de 2009 - 18:36 - 18:36
    Reply

    É a maior ladrueira esse negocio de agencia de propaganda, não fazem nada e levam no minimo 20% do faturamento, o que é um roubo do dinheiro do povo, sem contar que tudo para o governo é o olho da cara, enquanto uma propaganda para a empresa privada custa R$ 1.000,00 para o poder publico não paga menos de R$ 20.000,00, isso é o resultado desse sistema que beneficia essas quadrilha da comununicação e ninguem faz nada.

  9. Hiroshi Bogéa

    9 de abril de 2009 - 16:26 - 16:26
    Reply

    Parceiro, licitação, certamente, haverá. “Politicamente”, você sabe a que me referi, é o jogo das alcovas, a pressão nem sempre republicana. Ela sempre existe. Pode até não dar certo, mas que existe, isto existe!

  10. Anonymous

    9 de abril de 2009 - 15:21 - 15:21
    Reply

    Hiroshi, como assim politicamente ? Não terá licitação ?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *