Hiroshi Bogéa On line

Buscando competitividade

Gilberto Leite, presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá, representará a região Sul do Estado na reunião do Fórum Paraense de Competitividade, levando propostas recolhidas junto aos principais segmentos da cadeia produtiva. “Temos colocado todo empenho para a evolução desse movimento liderado pelo governo do Estado, analisando as demandas levantadas em cada núcleo de produção. A busca pela competitividade é objetivo antigo da ACIM e dos demais agentes da economia regional”, explica o executivo.

A reunião de hoje, 18, será presidida pela governadora Ana Julia. Às 15 horas, no Hangar.

Post de 

1 Comentário

  1. Anonymous

    19 de junho de 2008 - 13:43 - 13:43
    Reply

    Hiroshi,
    Competitividade.
    Muito bom que a ACIM esteja envolvidada nesse quesito para melhorar o setor produtivo, via empresas e empresários.
    No entanto, acho eu, é preciso, antes de tudo, certificar e regularizar as empresas e empresários da Cidade(treiná-los através de seminários,SEBRAE etc) principalmente, as pequenas
    empresas, os autônomos, os camelôs e outros empreendedores que atuam fartamente entre nós.
    Isso traz muitas mazelas, dentre as quais, má prestação de serviços, venda de produtos mal feita( nunca fazem o pós-venda), mau atendimento, entre outras.
    Convido, por exemplo, o blogger a tentar contratar serviços no setor automotivo( não inclua as oficinas autorizadas) e com certeza vai ter decepções.Tenho um carro usado e percebo isso toda vez que preciso de manutenção para o mesmo.Sempre inventam uma “nova pane”, escancaradamente e com o aval das lojas de venda de peças, normalmente donas da oficina terceirizada.
    Isso só para citar um setor, nos demais, não é diferente.
    Preços abusivos,cartel improvisado entre os mesmos e nenhuma fiscalização: nem Municipal,Estadual ou Federal.
    Entendo que para acabar, pelo menos melhorar pára nós, indefesos consumidores de serviços e produtos, a certificação de empresas dos vários setores, poderia ser incentivada pela ACIM.
    O Gilberto, um paranaense típico, passou por isso no Paraná e sabe que uma medida parecida pode resultar em melhorias para o consumidor, que esperneia, esperneia, mas acaba sempre prejudicado.
    Um abraço!

    Nilson.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *