Hiroshi Bogéa On line

Buscando entendimento

 

 

O Partido dos Trabalhadores pretende conversar com as direções municipais do PPS e do PMDB.

Na visão de alguns petistas, há considerável espaço para as três legendas,  ao lado de outros partidos menores, trabalharem convergências buscando candidatura alternativa à prefeitura de Marabá.

Post de 

8 Comentários

  1. Alessandro Bulhões

    7 de novembro de 2011 - 15:16 - 15:16
    Reply

    Hiroshi,

    Penso que o PT seja hoje o partido mais forte do Brasil. Acumulo politico, potencial, quadros políticos acima da média em fim, é um grande partido. Em Marabá o partido tem um enorme problema que precisa enfrentar com muita maturidade e competência, falo das disputas internas que amarram o partido. Uma vez que o partido se unir, muda com certeza o cenário politico de Marabá. o gargalo é quem no partido consegue unificá-lo e conduzi-lo com sabedoria?

  2. Luis Sergio Anders Cavalcante

    5 de novembro de 2011 - 20:54 - 20:54
    Reply

    Ô das 08:06 hs. o PT local, pelo que sei, anda tentando articular apoio a Maurino. Já disse em outras ocasiões, e repito, caso aconteça, será a pá de terra final na tumba vermelha por aquí. Convalidar Maurino ? Tenha santa paciencia. É opinião pessoal: O único candidato honesto dos que aí estão nominados, é Dr. Jorge Bichara (PV). Os demais, são continuidade do que aí está ou esteve. Em 05.11.11, Marabá-PA..

  3. anonimo

    5 de novembro de 2011 - 08:06 - 8:06
    Reply

    Sou PT desde a primeira eleição que o partido participou em 1982.Sempre votei no PT ou PC do B.
    O PC do B em Maraba ja não recebe o meu voto desde quando o mesmo se aliou ao PTB para apoiar Tião Miranda candidato não comprometido com os ideais populares e o partido apoiou o Tião somente porque era irmão do presidente desprezando toda a ideologia do Partido.
    Tambem desisto do PT se o mesmo se aliar ao PPS partido formado por traidores dos ideais do PCB.

  4. anonimo

    4 de novembro de 2011 - 15:14 - 15:14
    Reply

    Hirosche amigo do jeito que a coisa caminha, o Tião não vai precisar de cabo- eleitoral, pois ele ja conta com o : GENERAL MAURINO.

  5. Luis Sergio Anders Cavalcante

    4 de novembro de 2011 - 13:35 - 13:35
    Reply

    A terceira via honesta é o Dr. Jorge Bichara (PV). Todos os demais candidatos à candidato nominados até agora, são mesmice. Será trocar seis por meia. duzia . E no caso do Ítalo,, tem o agravante de se juntar ao PMDB do ficha-suja Jáder Barbalho. Jáder está conduzindo e orientando à distancia – para que não fique tão flagrante – uma campanha de interiorização do nome e imagem de seu filho Élder. Ítalo será mero instrumento de Jáder. É fácil deduzir o pq. Em 04.11.11, Marabá-PA.

  6. anonimo

    4 de novembro de 2011 - 12:18 - 12:18
    Reply

    Hirosche isso ja era esperado dentro da engenharia politica, faltou so chamar o PR, po0s juntando os tres candidatos, João Salame e Bernadete, e Irismar, quem sabe eles não se vingariam da taca que o Tião deu neles.

  7. Marabá Melhor

    4 de novembro de 2011 - 11:59 - 11:59
    Reply

    George Hamilton vc esta certo com sua leitura política mas acho que a unica terceira via que podera fazer frente a esta atual adminstração, vai ser a do Médico e Ambientalista Dr.Jorge Bichara, vamos esperar para ver o desenrolar deste novelo politico que já esta batendo na porta, 2011 já foi, o que foi feito tá ai e o tempo esta se esgotando a cada dia, que venha 2012 e as urnas falaram por si só.

  8. George Hamilton Maranhão Alves

    4 de novembro de 2011 - 10:31 - 10:31
    Reply

    Hiroshi, analisei mais a fundo a situação política de Marabá e vislumbrei que a pré-candidatura de Italo não é uma verdadeira terceira via. Na verdade, a pré-candidatura de Italo, tem mais a aparência de um “racha” no grupo político capitaneado por Maurino Magalhães. Senão vejamos, o próprio Italo era do governo Maurino e o deputado Asdrubal Bentes (um dos mais expressivos apoios da pré-candidatura de Italo), também era do grupo que elegeu e deu, no início, sustentação ao governo de Maurino. E, se buscarmos mais, possivelmente, chegaremos a nomes que aos poucos, migram do grupo de Maurino para o do empresário do ramo hoteleiro.
    Provavelmente, se o governo de Maurino estivesse com boa aprovação e com chances certas de reeleição, não existiria a tal “terceira via”, pois suas lideranças hoje, estariam engajadas animadamente, na reeleição do atual prefeito.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *