Hiroshi Bogéa On line

Busca e apreensão no apartamento de Juvenil

 

Por volta de 6h30 desta terça-feira, 19, agentes da Delegacia de Operações Especiais (DIOE) acordaram moradores e a vizinhança do prédio  Maria Todor, na rua Tiradentes, entre Doca e Quintino  – em Belém -,  em agitada movimentação de comboios, para cumprimento de mandado de Busca e Apreensão no apartamento da família Domingos Juvenil. Dezenas de carros e policiais  cumpriam  solicitação do Ministério Público que investiga as fraudes milionárias ocorridas na Assembleia Legislativa.

Em questão de minutos, no trecho onde ocorria a batida policial, moradores dos prédios próximos se concentraram em frente ao Maria Todor,  onde a família do ex-presidente da AL tem um imóvel, para acompanhar a movimentação frenética de agentes da Polícia Civil.

Ao mesmo tempo, outras ações policiais ocorriam em pontos diferentes de Belém, inclusive com mandado de busca e apreensão para cumprimento na sede da Assembleia Legislativa.

Operação estava sendo dirigida pelo delegado Rogério Morais, presidente do inquérito que apura as bandalheiras na AL.

É isso aí, apertando o cerco, chega-se aos verdadeiros idealizadores e beneficiários maiores das falcatruas ocorridas durante a gestão presidencial do ex-deputado Domingos Juvenil.

Em tempo: e a CPI, quem deixará meeso de assinar o requerimento de sua instalação?

——————

 Atualização às 11:55

De Belém, somente o portal ORM deu destaque  às operações da Polícia Civil em diversos pontos de Belém, cumprindo mandado de Busca e Apreensão,

O DOL, do Diário do Pará, registrou, en passant, somente às 11:45, sem citar o cumprimento do mandado no apartamento do ex-presidente da AL, Domingos Juvenil.

Para o gosto do pôster, sinceramente?

Lentidão demais esse jornalismo da capital.

Os fatos estão se sucedendo  desde as primeiras horas da manhã, mas  tudo indicando  nada do que ocorre merece acompanhamento de equipes de repórteres.

Enquanto isso, seguimos  pautando daqui, mandando dicas para quem quiser fazer jornalismo  em cima da hora. 

——————-

Atualização às 13:15

 

Na operação policial de agora de manhã “foram apreendidos cerca de R$ 500 mil, entre dinheiro vivo e vales-refeição, na casa do deputado estadual Robgol.”

 

Quem dá a informação de prima é a Ana Célia Pinheiro, que entrou em campo, na capital, para deixar seus leitores informados em cima do lance.

Agora vai.

Post de 

8 Comentários

  1. Luis Sergio Anders Cavalcante

    21 de abril de 2011 - 06:17 - 6:17
    Reply

    Mais uma vez, monta-se aparato policial, judicial, prende-se, divulga-se nomes das figuras envolvidas e, ao final, solta-se os mesmos, e nos servem uma bela e grande pizza. “Tudo como antes no quartel de Abrantes”.Em 21.04.11, Marabá-PA.

  2. George Maranhão

    20 de abril de 2011 - 14:25 - 14:25
    Reply

    Caro João Costa, o roubo, a corrupção, o desvio de recursos, o gosto exarcebado pelo dinheiro é também cultural. Temos, entranhado em nós, a maldita herança da Coroa Portuguesa que, na sua avidez de lucros (impostos… impostos… a Derrama), nos levava tudo. Temos em nós, o maldito traço daquela Coroa Portuguesa que só queria tirar… tirar… tirar…
    Corrupção é característica de países pobres. Não somos pobres porque somos corruptos. Ao contrário, somos corruptos porque somos pobres!

  3. George Hamilton Maranhão Alves

    20 de abril de 2011 - 11:26 - 11:26
    Reply

    Caro João Costa, é cultural!… É cultural!

  4. João Costa

    19 de abril de 2011 - 23:14 - 23:14
    Reply

    Onde, estiver o PMDB de Jader barbalho, pode apostar de olhos fechados, que tem bandalheira.

  5. George Hamilton Maranhão Alves

    19 de abril de 2011 - 18:07 - 18:07
    Reply

    Se houve desvio de dinheiro, podo ser que foi para bancar a campanha de Domingos Juvenil ao governo do Estado.

  6. João Carlos

    19 de abril de 2011 - 16:22 - 16:22
    Reply

    O PT ainda tratou Jáder e seu PMDB paraense como um caso de política, o PSDB trata o PMDB como caso de POLÍCIA. É Jáder, Parsifal, PMDB vcs quiseram assim.
    Mas Hiroshi, aqui em Parauapebas, notícias antigas ganham novos ventos e se espalham, desconfiam os mais próximos de Darci que idêntica operação estar para ser desencadeada no município, já tem mandado de busca e apreensão tanto para o Palácio do Morro dos Ventos (mas conehecido como comando veremelho) e para a Câmara Municipal.
    Tomara que seja verdade!

  7. Natanael Oliveira

    19 de abril de 2011 - 14:36 - 14:36
    Reply

    Jornalismo de verdade está é a tônica dos blogs, quanto aos veículos de comunicação da capital é só lamentar. Belém ainda continua sendo uma província. Vamosa ver à noite nas emissoras de Tvs do Pará. Será que o povo vai saber o que está acontecendo com sua casa legislativa ?? É hora dos jornalistas do Pará mandarem brasa. Informação e transparência. Ninguém deve segurar. Cadê a Record ? RBA ? Tv Liberal ? SBT ?? Quero ver as manchetes dos impressos desta quarta-feira,20. Hoje dia do Índio, o Pará precisa se libertar de suas ervas daninhas do legislativo. Criminalidade não é só dos bererés. Ainda dá tempo para os jornalistas se redimirem. Vão em frente. Minha família acredita no trabalho sério dos nobres profissionais da Notícia. Avante !!!

  8. Adir Castro

    19 de abril de 2011 - 12:13 - 12:13
    Reply

    E ainda queria ser governador!

    E esse é um dos que, dentre outros, se dizem preocupados com o bem-estar da população que representam. Pena que não vai preso e nem seja obrigado a devolver o que levou, ficando ainda inelegível por pelo menos 8 anos, que é pouco.

    Esses são os políticos que temos elegido no decorrer de nossas vidas.

    Cuidam da comunidade? De jeito nenhum! Mas de suas evoluções patrimoniais, com certeza.

    No quesito evolução patrimonial, são verdadeiros mágicos.

    __________
    Adir Castro
    maraba2012.blogspot.com

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *