Hiroshi Bogéa On line

Burguês emperiquitado

Olhando aqui do interior pra capital, a gestão de Paulo Chaves na secretaria de Cultura foi o maior retrocesso que o setor conheceu em toda a história. Primeiro, em quase uma década à frente da pasta, o PC dos paraenses jamais visitou uma cidade do Sul do Estado, e se o fez percorreu suas ruas na calada das madrugadas. Em todo período, não se tem conhecimento de uma viagem sequer desse moço a uma cidade interiorana com objetivo de ouvir as demandas dos setores culturais, produtores, gestores e artistas. Na propaganda tucana, todo dia se falava na municipalização de ações mas a interiorização de políticas públicas na área de cultura, estímulo a parcerias ou qualquer projeto voltado ao desenvolvimento – tudo isso não passou de miragem.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *