Hiroshi Bogéa On line

“Buraco” na prefeitura é de R$ 110 milhões, garante prefeito

 

 

É da ordem de R$ 110 milhões, o suposto rombo nas contas da  prefeitura de Marabá. Revelação foi feita pelo  prefeito Nagib Mutran Neto  durante coletiva concedido à noite de segunda-feira, 5

Entre os principais débitos:

 

– Leão e Leão (empresa responsável pela coleta de lixo da cidade)   – R$ 12 milhões

– Ipasemar  (Instituto de Previdência dos Servidores de Marabá) – R$ 8.827.573,00 (R$ 4.576;736,00, relativo a parte patronal; 4.250.836,00, referente a patê dos servidores)

– Parcelamento de dívida com o Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) – R$ 706 mil

 

Observação – esse débito de R$ 706 mil precisa ser quitado impreterivelmente, hoje. Caso contrário, a prefeitura deixa de receber a quota parte do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).

 

– Energia elétrica (débito  com a Celpa) – R$ 3,5 milhão, débito que se estende desde janeiro de 2012, o que poderá provocar o corte de luz em todos os órgãos da prefeitura, inclusive as escolas municipais.

– Vale-alimentação  (cinco meses atrasado) –  R$ 7 milhões.

– Diário Oficial do Estado –   R$ 90 mil

 Observação – segundo o prefeito, esse débito não era mais para existir considerando o repasse de  400 mil para uma firma responsável pela negociação.

 

–  White Martins (empresa que fornece oxigênio para os hospitais municipais) = R$ 825.034,36.

– Transbrasiliana –  R$ 90 mil.

 

Observação – Em razão desse débito, a empresa suspendeu o atendimento a pacientes do TFD (Tratamento Fora de Domicílio). Entre doentes, estão vítimas de câncer que necessitam fazer radio e quimioterapia em outras cidades.

Post de 

9 Comentários

  1. jose filho

    6 de novembro de 2012 - 23:49 - 23:49
    Reply

    concordo com a Servidora das 10:28 pois o papel dos vereadores é sim fiscalizar, alem de fazerem vista grossa pra tudo que o prefeito vinha fazendo a poucos mezés atrás foi proposta uma CPI da saúde, ninguém de marabá sabe porque motivo a CPI teve apenas 3 votos a favor “mas ninguém sabe porque o pedido da CPI não foi aprovado” e depois de mamarem por 3 anos e meio abandonaram o barco e resolveram fuzilar o prefeito deposto bancando de bonzinhos inclusive o atual prefeito que na oportunidade da votação da CPI era o presidente da camara.
    Todos teriam sim que responder pelos desmandos que tem ocorrido em nossa cidade.
    Só os nossos vereadores não sabiam do sumiço do nosso dinheiro, só eles.

  2. Ana Maria

    6 de novembro de 2012 - 19:43 - 19:43
    Reply

    sera se vao investigar a secretaria de turismo

  3. Anonimo

    6 de novembro de 2012 - 16:53 - 16:53
    Reply

    Imaginem quando as outras secretarias forem inspecionadas??? Não vai sobrar um para contar história! Ainda não mexeram na educação, na assistência social, na gestão fazendária e nem na SDU. Acho que é por isso que o Maurino está desesperado para voltar. Ele não quer que as podridões sejam ainda mais expostas.Vamos aguardar.

  4. Anônimo

    6 de novembro de 2012 - 16:43 - 16:43
    Reply

    Sou a mesma pessoa que postou na postagem “Novo Prefeito demite e faz fusões” de novembro 0:59. E cada dia que passa vejo mais o descaso com os marabaenses…
    É um absurdo o que está acontecendo aqui em Marabá. E como fica os profissionais que trabalham nesta falida prefeitura???
    Esses desmandos e abusos ultrapassaram todos os limites possíveis e impossíveis…
    Já nem sei mais o que é pior entre todas essas coisas que acontecem aqui em Marabá e principalmente no caso da saúde ou melhor dizendo da “doença”, porque a saúde de marabá está tão doente que custo a acreditar que um dia possa ser curada… O Hospital Municipal de Marabá está totalmente entregue… A quem mesmo que está entregue??? Num sei nem a que ou a quem está entregue!!! Completando 2 meses indo para o 3 meses sem receber os plantões… Ameaças são constantes… Tem um Diretor no HMM que vive de deixar os funcionários constrangidos… Tem médicos até pedindo exoneração por causa dos desmandos de alguns… Imaginem só Marabá / HMM em dezembro será um caos total o que está terrível pode ficar ainda mais terrível… Pois tem muitos profissionais principalmente os médicos que não irão estar trabalhando tanto pelas condições de trabalho que não existe como pela falta de pagamento e pelas constantes ameaças tanto por parte da direção geral como da direção técnica. Competência e Compromisso infelizmente não tem sido nenhuma das virtudes desses diretores… É notório a incompetência… Gestores não estou mais nem apelando para o bom senso… Já estou recorrendo em última instância que é Deus… Pelo amor de Deus vamos pensar mais na população e nos profissionais que também fazem parte dessa população… Vamos ter mais respeito!!! Eu clamo por respeito!!!

  5. Alan Souza

    6 de novembro de 2012 - 13:14 - 13:14
    Reply

    Servidora, a Câmara Municipal fiscaliza através da aprovação do orçamento municipal e da análise da prestação de contas do prefeito no fim de cada exercício. Não cabe à Câmara análise dos gastos durante a execução orçamentária.

  6. Alan Souza

    6 de novembro de 2012 - 13:11 - 13:11
    Reply

    Hiroshi, me chamou a atenção esse débito com o DOE. Como assim, pagaram 400 mil pra uma firma por conta de uma dívida de 90 mil? E que “negociação” é essa, que a Prefeitura precisou de firma pra intermediar? Não tem procuradoria, financeiro, assessoria, nenhuma unidade da Prefeitura que pudesse negociar direto com a Imprensa Oficial?

    Muito estranho…

    • Hiroshi Bogéa

      6 de novembro de 2012 - 13:18 - 13:18
      Reply

      Prof. Alan, aqui na terra de Chico Coelho tudo é estranho, enigmático e obscuro. Vivemos o Tempo das Trevas.

  7. PAULO

    6 de novembro de 2012 - 11:34 - 11:34
    Reply

    QUEBRARAM M A PMM GERAL ………….

  8. Servidora

    6 de novembro de 2012 - 10:28 - 10:28
    Reply

    Eu acho que a Câmara Municipal tb (e toda essa administração q ainda ta aí) deveria ser responsabilizada pela situação em que a prefeitura se encontra. Eles são ou não fiscais do poder executivo? Será que alguém pode responder essa questão?

    Como marabaense fico indignada com a dilapidação, sangria, roubalheira (e outros adjetivos semelhantes) do dinheiro público. O que a CMM fez pra não deixar isso acontecer? Pelo visto, nada.

    O Nagibinho agora quer administrar resultados. Ninguém administra resultados, a gente administra processo, o andamento da coisa. Agora, é aguardar que o TJ, o MP e o TRE tenham piedade de nós e não permita que políticos dessa estirpe voltem ao poder.

    Se eu pudesse convocaria a população pra não permitir que o Maurino volte ao poder, caso a justiça determine, como fizemos com o Collor. Uma gde manifestação pra não permitir a volta dele.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *