Hiroshi Bogéa On line

Braços criminosos

– “Dinheiro para isso, têm”.

O consultor Armando Delidier, em conversa com o poster , em Marabá, durante o mês de maio, antecipava o que muita gente do Sul do Pará sabia, mas somente agora o Brasil toma conhecimento à exaustão, depois da prisão de Daniel Dantas.

A fantástica massa de dinheiro jogada na região em aquisição de 14 fazendas pelo Grupo Santa Bárbara, empresa certamente de fachada do Opportunity, seria superior a R$ 500 milhões.

Grana surrupiada através de evasão fiscal.

Os prepostos de Daniel Dantas promoveram verdadeira revolução no mercado agropecuário regional, desestabilizando preços, e criando situação de monopólio do setor.

Há histórias cabeludas contadas por pecuaristas de Xinguara envolvendo Carlos Rodenburgo, presidente da Santa Bárbara e cunhado de Dantas também preso pela PF. Uma delas assegura que num leilão de gado enriquecido pela presença do executivo paulista, Carlos declarara ter feito planejamento para o grupo ser dono de 70% de terras do Sul paraense, até 2010.

Ele não mentia.

De 2006 até junho de 2008, o rebanho do grupo Santa Bárbara cresceu em torno de 420%.

De resto, particularmente, o blogger considera impossível se chegar “aos finalmente” a investida competente da Polícia Federal. Daniel Dantas coleciona informações sangrentas capazes de destruir a República.

Da era FHC até os dias atuais de Lula, ele infiltrou-se como boi em pasto, grampeando os intestinos do poder.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *