Botando pra pastar

Publicado em 6 de abril de 2008

“O chefão do MST, João Pedro Stedile, foi a Belém pedir à governadora do Pará, Ana Júlia Carepa, apoio para as ações criminosas do que chamam “Abril Vermelho”. Em um raro momento de lucidez, Ana Júlia bateu-lhe a porta na cara. Alegou que estava doente. A assessores disse que não agüenta mais Stedile e o MST. Ela considera que, ao invadirem terras produtivas e bloquearem ferrovias, eles sabotam a imagem de governadora eficiente que ela quer construir”.

Está na página 48 da VEJA desta semana, na seção Holofote, assinada por Felipe Patury.