Hiroshi Bogéa On line

Botando pra pastar

“O chefão do MST, João Pedro Stedile, foi a Belém pedir à governadora do Pará, Ana Júlia Carepa, apoio para as ações criminosas do que chamam “Abril Vermelho”. Em um raro momento de lucidez, Ana Júlia bateu-lhe a porta na cara. Alegou que estava doente. A assessores disse que não agüenta mais Stedile e o MST. Ela considera que, ao invadirem terras produtivas e bloquearem ferrovias, eles sabotam a imagem de governadora eficiente que ela quer construir”.

Está na página 48 da VEJA desta semana, na seção Holofote, assinada por Felipe Patury.

Post de 

2 Comentários

  1. Anonymous

    7 de abril de 2008 - 16:03 - 16:03
    Reply

    OS “SEM TERRA” ACREDITAM QUE ESTÃO ACIMA DA LEI E DA ORDEM ESTABELECIDA COSNTITUCIONALMENTE EM UMA DEMOCRACIA REPUBLICANA, A CUSTA DE MUITA LUTA DE BRASILEIROS QUE MILITAR EM PROL DESSES DIREITOS. SE NÃO FOR DADO UM BASTA AGORA, SERÁ TARDE DEMAIS, POIS SE TORNARÃO O MAIOR GRUPO ARMADO DO PAÍS, COM INTENÇÕES DE PROMOVER A INSEGURANÇA E ANTENTAR CONTRA O ESTADO DEMOCRATICO DE DIREITO. UFA…NUNGUÉM AGUENTA MAIS TANTA BADERNA….

  2. Val-André Mutran

    6 de abril de 2008 - 18:54 - 18:54
    Reply

    Está na mão da governadora tirar o setor produtivo desse pesadêlo.
    Parabéns!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *