Hiroshi Bogéa On line

Bordel institucionalizado

Poster conversava ontem à tarde com um deputado federal paraense, buscando informações sobre as negociações de bastidores entre os partidos para a formação de futuras coligações e alianças.

Como não poderia deixar de ser, o papo descambou pro lado da corrupção praticada pelo  Zé Arruda (DEM), no governo do Distrito Federal. Textualmente, o interlocutor admitiu ser impossível governar o Brasil sem um grande exército de intermediários.

    – Lobistas é a profissão mais festejada em Brasília, transitando entre os partidos – disse.

Usando outras palavras, em Brasília não há inocentes. Todos são cúmplices.

Post de 

1 Comentário

  1. Anonymous

    11 de fevereiro de 2010 - 16:39 - 16:39
    Reply

    Sob o meu tosco ponto de vista, acho que em nosso país deveria existir apenas três partidos: esquerda, direita e centro.

    Quem fosse de qualquer dessas correntes deveria tentar buscar lugar ao sol dentro de suas respectivas ideologias. O que tem acabado com a seriedade são as dissidências. As siglas acabam virando balcão de negócios e porta de entrada para todo tipo de nefasto na vida pública. Dá nisso que vemos.

    Na quantidade de partidos que existe, fica claro que ideologia é só conversa da boca pra fora: numa eleição num partido, noutra eleição noutro partido…

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *