Hiroshi Bogéa On line

“Bomba” atrás da outra. para explodir no colo do futuro prefeito

 

 

Quando assumir a prefeitura municipal, em janeiro de 2013, João Salame terá que desarmar dezenas de “bombas”, prestes a explodir em seu colo. Cada uma com inesgotável capacidade de dificultar  as metas e objetivos da futura gestão pública.

A cada dia, equipe que trabalha a transição de governo descobre “minas”  soltas em diversas áreas da administração municipal.

A luta, no momento, é para retirar  do Cauc, o CNPJ do município.

São quatro restrições, uma delas no Cadim.

Restrições referentes a dívidas junto ao INSS e receita federal, entre outros órgãos federais.

Com o CNPJ incluído no cadastro de inadimplentes, Marabá fica impossibilitado de viabilizar recursos para enfrentar os problemas que afligem a população, dificultando, claro, o  cumprimento dos compromissos assumidos por João Salame, junto ao eleitorado.

Post de 

10 Comentários

  1. doidão de raiva

    3 de dezembro de 2012 - 21:33 - 21:33
    Reply

    Meus caros o exemplo foi dado pelo próprio EX PREFEITO MAULINO!
    Sua casa no KM 02 São Felix invadiu uma parte da Praça, e a sec de Postura e SDU só vão atrás do pobre que tá fazendo seu cantinho pra passar a chuva.
    Na verdade, Marabá é uma terra sem lei e temos que admitir isso.
    São placas colocados nas calçadas, cônes guardando estacionamentos para os donos de lojas, e por último o contrato firmado pelo então Maulino entre os URUBUS E A LEÃO, O LEÃO finge que limpa e a URUBUZADA faz a festa.

  2. anonimo

    29 de novembro de 2012 - 20:57 - 20:57
    Reply

    Quem quizer ver um espetaculo dantesco vai na praça de São Francisco por volta das 06 horas da manhã.
    Vera lixo por toda parte deixada pelos barraqueiros e lanchonetes (algumas de franquia) durante a noite sendo revirados por cães errantes e ratos para todo lado.

  3. anonimo

    29 de novembro de 2012 - 20:43 - 20:43
    Reply

    Alem de toda desordem que existe nas praças de Maraba tambem deveria a postura zelar no minimo para a ACESSIBILIDADE na cidade impedindo a colocação de mesas,barracas e tabuleiros encima das calçadas que deveriam a priori ser utilizados por pedestres.
    Não adianta exigir das empresas de onibus que tenham plataformas para cadeirantes e o cadeirante não poder andar na rua para pegar o onibus.

  4. Memória de elefante

    29 de novembro de 2012 - 11:39 - 11:39
    Reply

    Pena que que tudo isso vai continuar, a única solução seria rezar pra São Sebastião.

  5. anonimo

    29 de novembro de 2012 - 10:08 - 10:08
    Reply

    O problema e que a postura em marabá sò tem olhos para quem estar fazendo pequenas construções .na praça da crianças na nova marabá estar virando campo de futebol e local para consumo de de drogas pra uma galera meio esquisita que freqüenta lá . Estão arrancado a grade de madeira que dava segurança para as crianças não irem para a pista dos carros .isso tudo para fazer a mesma coisa que estão a fazer na praça cidade nova, tomar conta de tudo .

  6. BAGUNÇA

    28 de novembro de 2012 - 20:25 - 20:25
    Reply

    Uma das coisas que gostaria que o novo prefeito fizesse era a moralização das praças de Maraba.
    A praça de São Francisco virou uma enorme praça de alimentação sem nenhuma higiene alem ter seus canteiros ocupados por barracas que destruiram o gramado existente,e barraqueiros que por conta propria abriram valetas na rua e deixaram a pista danificada como se pode ver em frente a loja de motos ali existente alem da sujeira que os mesmos fazem naquela area.
    A praça da folha da 27 um dos bares ampliou sua area com toldos ocupando e destruindo os canteiros que ali existia.
    A bagunça generalizada não se restringe somente a bares e barraca ´pois a area de estacionamento da VP 8 esta indevidamente ocupada pelas concessionarias de veiculos que alem de ampliarem suas lojas atraves de toldos tambem usam a area de estacionamento como deposito de veiculos do estoque das mesmas.
    Precisa o novo prefeito fazer valer a lei de posturas do municipio,pois do jeito que esta Maraba da impressão que e uma cidade sem ordem e sem lei.

  7. Mosaniel

    28 de novembro de 2012 - 07:14 - 7:14
    Reply

    O que me impressiona é o cidadão vim acabar com a cidade e ficar por isso mesmo, é muito fácil as coisas neste país. um cara deste era pra responder judicialmente por estes desmandos terriveis que ocorrem nesta cidade onde só quem sofre é a população. E lamentável isso

  8. Arethusa

    28 de novembro de 2012 - 00:23 - 0:23
    Reply

    Enquanto isso tô aqui no meu bairro aguardando a minha rua ser asfaltada. vou cobrar os 500 km!

  9. mariameire

    27 de novembro de 2012 - 22:31 - 22:31
    Reply

    Já era de se esperar , toda população de Marabá já é sabedora do caus em que anda nossa cidade ,infelizmente parece que está muito pior ,cada dia que passa piora a situação do nosso município ,na verdade vai mesmo ter um monte de bombas para João Salame tentar desarmar ,vamos torcer que ele consiga ,

  10. Dario dos Anjos

    27 de novembro de 2012 - 16:28 - 16:28
    Reply

    Prefeito que deixa o CNPJ do município entrar no CAUC e CADIM deveria ter seus bens bloqueados automaticamente. Sem essas certidões o município não recebe nenhum tipo de recurso. Pelo jeito a Prefeitura de Marabá tá mais suja que puleiro de galinha.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *