Bom senso é bom

Publicado em 19 de março de 2007

O clima de nervosismo e radicalização previsto por algumas lideranças de entidades do setor produtivo para estourar a qualquer momento em Marabá e no seu entorno, não se justifica-, se considerarmos a necessidade inadiável dos industriais guseiros, junto com os governos estadual e federal, ordenar a origem do carvão vegetal utilizado na cadeia industrial. Basta analisar os números oficiais retirados do cesto.