Hiroshi Bogéa On line

Bom dia, Verão!

 

Ao olhar a imagem, não pense no sol se pondo.

Ele nasce, lentamente, além do horizonte, saracoteando a manhã de terça-feira de maio – numa breve e poética saudação ao verão que se anuncia em Marabá.

 

———————

Atualização às 10:34

 

Um amanhecer típico de verão, somente na terça-feira.

Hoje, a instabilidade climática demonstra que a temporada de sol ainda não  chegou com sua cara iluminada.

A manhã é de chuva.

Chove macio, com o tempo esvaindo-se em mutações. Ora sol, ora prenúncio de chuva.

Nossos verões não tem data mais certa para chegar.

Post de 

7 Comentários

  1. João Dias

    18 de maio de 2011 - 12:07 - 12:07
    Reply

    Caro Iroshi,

    Por descuido, foi omitido na palavra barrista, a letra “i”. O certo é, coorigindo: bairrista.

    Abs.
    João Dias.

  2. João Dias aragão

    18 de maio de 2011 - 11:06 - 11:06
    Reply

    Caro Iroshi,

    Virou plano de fundo do computador Institucional que eu utilizo.

    Sds. marabaenses.
    João Dias.
    Tijuca,RJ.

    • Hiroshi Bogéa

      18 de maio de 2011 - 11:16 - 11:16
      Reply

      Faça bom proveito, garoto.

  3. ANONIMO

    18 de maio de 2011 - 11:01 - 11:01
    Reply

    Pô véio,desculpa se eu estiver errado,mas se a foto foi tirada de Marabá(da orla)em direção ao lago de Tucuruí,o astro rei tem que estar se pondo e não nascendo. Tô certo ? Analisa aí.

    • Hiroshi Bogéa

      18 de maio de 2011 - 11:10 - 11:10
      Reply

      Pô, véio, e num é que tu tá todo fora do raio de curcunferência angular! Já ouviu falar de Landi, um povoado localizado a 25 km de Marabá, às margens do Tocantins? Foi lá, “véio”, lado oposto do rio, bem cedinho, friozinho gostoso, e a turma da produtora dentro de uma lancha. Tu perdeu o barato, véio!! Abs

  4. João Dias aragão

    18 de maio de 2011 - 10:45 - 10:45
    Reply

    Caro Iroshi,

    Assim você fere de morte o coração do marabaense saudosista e barrista. Mostrei aos colegas de trabalho e eles acham que é coisa do oriente.
    Sds.marabaenses.
    João Dias.
    Tijuca,RJ.

    • Hiroshi Bogéa

      18 de maio de 2011 - 10:52 - 10:52
      Reply

      Então deixe eles babando aí, Dias. Abs

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *