Hiroshi Bogéa On line

Bola furada

O Ministério Público nem deixou ganhar corpo a repercussão da cerimônia de lançamento do Parazão 2010, realizada, ontem, em Belém. De pronto, pediu a interdição de todos os estádios  apontados como palco das partidas pelo Campeonato Paraense, tanto na capital como no interior, alegando falta de segurança e  não cumprimento  do Estatuto do Torcedor.

Dirigentes de clubes e a FPF tentam convencer o MP a não radicalizar.

Dessa forma, o Parazão pode ter seu início adiado.

Post de 

5 Comentários

  1. Anonymous

    18 de janeiro de 2010 - 17:25 - 17:25
    Reply

    Pô Hiroshi,o cara é o "pinto durão" e tu engolistes essa?

  2. J. Pinto Durão

    16 de janeiro de 2010 - 00:31 - 0:31
    Reply

    Hiroshi,
    O companheiro Jorge tem razão, falta ao MP uma atuação mais firme, por exemplo em relação ao desgoverno do Duciomar Costa, o MP fica em silente com os absurdos que ocorrem… e aí chega no futebol, começa a inviabilizar a paixão do paraense.
    Gostei de visitar o teu espaço virtual, irei voltar mais vezes.
    visita o nosso blog:
    http://www.militanciaviva.blogspot.com

  3. Anonymous

    15 de janeiro de 2010 - 18:17 - 18:17
    Reply

    O MP se mete em tudo, mas esquece, ou tenta esconder, que sua casa é uma casa política, onde os processos já saem pré-destinados a atingir determinadas pessoas ou interesses.
    Gosta de holofotes e parece ser sério, mas é o coveiro do desenvolvimento do Estado. E está sendo o coveiro do futebol paraense.

  4. Na Ilharga

    14 de janeiro de 2010 - 22:12 - 22:12
    Reply

    Meu caro Hiroshi, longe de mim querer pregar desrespeito ao Estatuto do Torcedor, mas essa atitude do MP aparenta ser protagonismo exagerado, desamcompanhada de uma ação mais efetiva em defesa da segurança do torcedor.
    Quem assistiu o último RexPa, em dezembro passado, viu as maltas Remoçada e Terror Bicolor entoarem cantos, provocações e convites ao porradal. Pergunta: Que providências o MP tomou a esse respeito?

  5. Carlos

    14 de janeiro de 2010 - 20:00 - 20:00
    Reply

    Com segurança não se brinca, tem que radicalizar mesmo.

    Não podemos esperar acontecer o que aconteceu na Fonte Nova para só depois tomar as providencias necessárias

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *