"Boca de Tucunaré"

Publicado em 13 de maio de 2008

Pelo celular, fonte honesta alcança o poster em Xinguara para alardear a existência de engrenagem safada na Sema. O lance envolveria técnicos de campo da secretaria cobrando até R$ 140 mil de madeireiros da região Nordeste do Estado, “para facilitar a liberação de documentos florestais”.

Uma suposta vítima da boca grande, amiga do colaborador do blog, se diz bastante abatida e surpresa com os valores cobrados.

No tempo do governo tucano, garantiu, o jabaculê era bem menor.

Missão quase impossível para Valmir Ortega apurar. Pegar o rastro dessa turma não é fácil: o corrompido não fala oficialmente, muito menos o corruptor!