Blog homenageia Semana da Mulher mostrando ações concretas do cotidiano feminino

Em três tempos.

Assim o blogueiro encaminha a exposição do cotidiano feminino na Semana Internacional da Mulher.

Na segunda-feira, 7, publicou maravilhosa entrevista com a jovem enfermeira Jade Leão (foto), que atua nos bairros de Belém realizando ações reais de apoio às famílias da periferia.

Uma entrevista que, em menos de 24 horas, já superou o recorde de acessos do blog em tempo recorde.

Sem completar ainda um dia após a postagem do texto, 5.235 mil acessos estavam registradas às 08h42 desta terça-feira.

O interesse dos leitores por boas notícias fica evidente no universo de acessos registrados.

A história de uma jovem garota que decidiu fazer da profissão um legado humanitário, levando apoio multiprofissional à casa das pessoas que necessitam de assistência, fazendo com que os pacientes fiquem menos tempo internados, contribuindo significativamente para redução do risco de infecção hospitalar, além de promover um contato mais próximo com a família no aconchego do seu lar, fator relevante para recuperação do paciente que se sente “acolhido”.

Jade Leão é uma dessas jovens lideranças que surgem em bairros carentes deste país predestinada a só fazer o Bem.

Ela é uma das faces da mulher paraense que estão na luta, diariamente, cumprindo seu papel de cidadã.

Hoje, pelo período vespertino, o blog publicará o segundo texto  dedicado à semana internacional da Mulher.

Em destaque, a prova de que uma prefeitura municipal pode, sim, promover políticas públicas de apoio à Mulher, bastando ter vontade e determinação para tal.

O texto seguirá reforçado por uma entrevista que realizamos com a jornalista Bia Salame, ex-primeira dama de Marabá, e que atuou decisivamente durante o mandato do marido, João Salame, para a instituição de políticas de apoio à mulher marabaense.

Na quinta-feira, faremos a postagem de uma matéria que este blogueiro  colheru, semana passada, junto a um grupo de lavandeiras que trabalham às margens dos rios Tocantins e Itacaiúnas.

A luta dura pela sobrevivência, lavando roupa.

Mas sem perder a ternura.

É a participação do blog Hiroshi Bogéa On Line  no reconhecimento à importância do gênero feminino na batalha pela sobrevivência – e busca de construção de um mundo menos injustos, menos violento e dignamente voltado para  a oferta de carinho, bondade e compreensão.

 

“Mulher, vou dizer quanto eu te amo
Cantando a flor
Que nós plantamos
Que veio a tempo nesse tempo
Que carece dum carinho
Duma prece, dum sorriso
Dum encanto” (Chico)