Hiroshi Bogéa On line

Bisturi e receita

O médico Nagilson Amoury, ex-diretor do Hospital Municipal, entrou na lista de pré-candidatos a prefeito de Marabá depois de descoberta a dimensão de consultas e outros serviços profissionais prestados por ele junto as camadas fragilizadas. Filiado ao PDT, Nagilson admite sua intenção de disputar a sucessão de Sebastião Miranda mesmo sem ter à vista qualquer tipo de estrutura logística. Ele só pensa naquilo.

Post de 

16 Comentários

  1. www.ribamarribeirojunior.blogspot.com

    15 de abril de 2007 - 14:21 - 14:21
    Reply

    O P-SOL propõe-se a fortalecer os movimentos político e sociais de caráter revolucionários e participar decisivamente da direção do processo que visa superar a ordem capitalista existente, transformá-la e promover a formação de uma sociedade socialista, instituindo a associação indissolúvel entre liberdade e igualdade em todas as relações humanas. Isso se dá num momento histórico em que a burguesia teima em afirmar o fim da história e a negar que a acumulação do capital, apesar de todos os avanços tecno-científicos que revolucionam o modo de produção, produz miséria, exclusão, violência e degradação da vida social, cultural e ambiental. É por isso que o capitalismo em sua fase monopolista tornou ainda mais atual a máxima de Rosa Luxemburgo: socialismo ou barbárie.

  2. Anonymous

    15 de abril de 2007 - 14:16 - 14:16
    Reply

    . Enquanto houver exploração, dominação e aspiração a um mundo melhor, a utopia socialista estará viva. Os burgueses trabalham diuturnamente para desacreditar o povo sobre a viabilidade do socialismo: temem que o mesmo soerga-se para lhes derrocar. Nos cabe mostrar que o reino do capital não é eterno, que a história não está escrita, assim como aceitar que os homens e as mulheres podem protagonizar o futuro e se auto-emanciparem

  3. Anonymous

    15 de abril de 2007 - 14:05 - 14:05
    Reply

    Achei muito agressivo o tom dado pelo Anonimo ai de cima, conheço o companheiro RIBA e tenho a convicção de que sua formação academica é capaz de dialogar e debater categoricamente sem nenhuma agressividade. È importante est debate sobre a esquerda, o srumos dado ao Mundo pós decada de 80. No entanto, o Anonimo ai nao entende ou deixa de entender que a história não é a escrita, a história é o motor do mundo, e dentro dessa dinamica as mudanças e transformações que tem acontecido, foram atraves da organização do povo, forjadas nas lutas.

  4. Anonymous

    14 de abril de 2007 - 21:58 - 21:58
    Reply

    ei Hiroshi pwrgunte ao RIBA do PSOL se a revolução que ele fala é através das eleições, se ele acredita nisso eu fico mais tranquilo porque isso nuca vai acontecer, afinal esse pessoal é da epoca dos tiranossauros, ainda acreditam em contos de fada, pois esse negócio de comunismo já acabou; será se ele não sabe da queda do muro, da China capitalista e rica? Seráse ele pensa que a revolução vai se dar através de eleições; esse cara é um bobo.
    anônimo mesmo, se não posso ir pro GULAG se ele ganhar as tais eleições
    é tão ingênuo que acha que é conhecido de muitos
    o mesmo discurso fora da realidade típico dos stalinistas
    ei RIBA , vai estudar história!

  5. hiroshi

    13 de abril de 2007 - 22:20 - 22:20
    Reply

    Caro anônimo 6:03, estimulo você a continuar dando visibilidade ao projeto do PSOL de tentar chegar ao poder municipal. A democracia se fortalece toda vez que militantes se embrenham nas ruas defendendo suas convicções, com ou sem dinheito. Vai firme, lance a campanha do “tostão contra o milhão” em defesa da candidatura do seu partido. O espaço aqui é todo seu, como dos demais.
    Volta sempre pra falar da revolução proletária.(“O povo unido, jamais será vencido”… hehehehe)
    abs

  6. Anonymous

    13 de abril de 2007 - 21:03 - 21:03
    Reply

    O Psol é um partido ´político muito importante em nossa sociedade brasileira, pois é uma dissidencia revolucionária do PT que não se vendeu ao Capital Nacional e extrangeiro.
    O Psol é um partido que fará o futuro prefeito de MARABÁ, pois Ribamar Ribeiro Junior, é um militante conhecido nos meios sociais, organizou a luta contra o Governo Pelego de Lula, da sua visita em Maraba, contra o Governo de Jatene, luta para garantir a meia passagem para todos os estudantes, pessoa respeitada no seio dos professores, dos trabalhadores, faremos a camapanha do tostão contra um milhão.
    Podem crê a revolução p´roletária esta com os dias contados para ser implantada em Marabá…… PSOL vem ai

  7. Anonymous

    9 de abril de 2007 - 16:12 - 16:12
    Reply

    e o RIBA, cadê o RIBA? O cara que vai por água na fervura!

  8. Anonymous

    9 de abril de 2007 - 16:07 - 16:07
    Reply

    É, esqueci o ademir, o gilberto leite, a dra. cristina, o mamoré e a julia rosa; e até mesmo o demetrius. Caramba todo mundo vai querer a viúva. Se a governadora não vai com a cara da Ten Caten, o que se dirá então da cara do Jáder – será se ela gosta da cara do Jáder e do Priante; e a cara do Hélio Gueiros então? Em política se cara fosse motivo, não se vendia tanto óleo de peroba prá político. Veja a votação da mulher na cidade, urna por urna, bairro por bairro, e depois diga alguma coisa; e o PT em Marabá quem manda é a tendência dos Pies. Aliás o PT vem ganhando, inclusive como legenda, na área urbana há mais de duas eleições gerais. E agora as condições “objetivas” companheiro, estão extremamente favoráveis a chegada do partido ao almejado poder municipal.
    joão carneiro

  9. hiroshi

    9 de abril de 2007 - 13:13 - 13:13
    Reply

    Anônimo 10 h: o Ademir vive momento pessoal dificil ainda consequencia da perda de nossa querida Beta. Pode até ser que ele seja estimulado pela própria governadora a disputar o pleito mas, particularmente, acho o perfil dele circunscrito a uma boa atuação na Assembléia Legislativa. A participação dele no processo ano que vem, no entanto, será decisiva para a definição de chapas, disso pode ter certeza.
    Abs

  10. hiroshi

    9 de abril de 2007 - 13:08 - 13:08
    Reply

    João Carlos Carneiro, suas observações são pertinentes. A aliança sugerida entre Salame e Bernadete,representantes do que você chama “nova esquerda” pode até ocorrer, só que não nesse enfoque de vozes da esquerda. Porque essa esquerda não existe em Marabá como visão ideológica para tocar uma gestão pública. Nem o PT com suas diversas tendências em conflito participará da eleição unido. É só conferir no tempo certo.
    Obrigado pela manifestação favorável e volte sempre.
    Abs

  11. Anonymous

    9 de abril de 2007 - 13:00 - 13:00
    Reply

    Tem ainda o Ademir Martins,queridinho da governadora.
    Voces sabem que a governadora não vai com a cara da Bernadete Ten Caten.

  12. Anonymous

    9 de abril de 2007 - 01:01 - 1:01
    Reply

    Hiroshi, tenho sempre lido seu comentários neste seu blog e em sua coluna do diário; são o melhor que temos em termos de bastidores e também de proscênios da política local e regional. Parabéns! Não me contive com as últimas e deixo escapar estes comentários: vc está antecipando a sucessão marabaense com tanto candidato a candidato nesse blog: Riba, Maurino, nagilson, Asdrubal e ítalo. Cadê os “hors concours”? Se a mania pega, a disputa pelo legislativo mirim vai ficar mais interessante, com Bezerra, Nagibinho e Elza Miranda (os extintos). Será se eles vêm? Bom se tivéssemos mais candidatos ainda, acabando com aquela coisa aqui em Mayarabá(???) de “o diabo ou deus na terra do sangue e do sol mesopotâmico”. Penso que um fase está chegando ao fim, no município, como a nível estadual, que começou em 92 e consolidou-se em 94, com a chegada de Almir no governo do estado. A fase pós/pós/mutran, dos “tecnocratas” locais está passando. Os engenheiros (Haroldo, Dário e Tião)estão fora dessa vez. A bola da vez, prá mim, é a Ten Caten, se ela souber articular alianças, partido, desempenho na assembléia, discurso e campanha. Dessa vez penso que o bairrismo, o facciosismo, as maçonarias, o compadrio e o clientelismo não serão moedas fortes na eleição, já que Marabá já ultrapassa os 200 mil habitantes. Cidade pobre e grande. O Salame, que aparece aí no canto, bem que podia se aliar com a caten, (os dois são mesmo da nova esquerda) e ver se chegam lá com um governo “democrata” em vez de tecnoburocrata, como esse do prefeito atual; será se ele consegue manter seu modelo de gestão intacto mesmo após sua saída? penso que não porque é obra de um homem só.Não haverá outra chance como esta para TEN CATEN e SALAME, ambos com mandatos estaduais, e daqui a quatro anos a idéia de novidade e o LULA já se foram… acho que o debate começou e vc foi quem deu o pontapé inicial. Será se aparece outro RIBA? Será o Salvador da Pátria?
    abraços
    joão carlos carneiro

  13. Joao Salame

    8 de abril de 2007 - 15:39 - 15:39
    Reply

    Hiroshy

    O Nagilson se revela um cara decidido. Ja se filiou ao PRB, o partido da Igreja Universal do Reino de Deus, sob o manto do pastor e deputado Roberto Santos.

    Salame

  14. Quaradouro

    8 de abril de 2007 - 05:51 - 5:51
    Reply

    Hiroíto, minino: o que diabo é psol? Quem é RRJ? Parente daquele pastor canastrão RRSantos?
    Gente, quantas dúvidas e angústias…

  15. Anonymous

    7 de abril de 2007 - 23:59 - 23:59
    Reply

    Mas um pra disputar com o candidato do PSOL Ribamar Ribeiro Junior, se não blefar as eleições do ano que vem promete vai ser r
    uma das mais disputadas de todos os tempos. O PSOL está se preparando para cvolocar o barco na disputa e nao vai afundar e promete fazer bonito.

  16. Anonymous

    7 de abril de 2007 - 23:58 - 23:58
    Reply

    Mas um pra disputar com o candidato do PSOL Ribamar Ribeiro Junior, se não blefar as eleições do ano que vem promete vai ser r
    uma das mais disputadas de todos os tempos. O PSOL está se preparando para cvolocar o barco na disputa e nao vai afundar e promete fazer bonito.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *