Bia, a reflexão da sensatez e do lado humano de quem luta pelos mais necessitados

Publicado em 18 de junho de 2021

                      – “Às vezes, me impressiona o nível de polarização do debate político em Marabá . O que se ouve , são ecos de uma hipocrisia que se manifesta de maneira pobre , que se sustenta na análise rasa e emocional dos que nada fazem ou nada sabem a não ser fazer a crítica com falso moralismo, escondidos por traz de perfis falsos. Não existe governo corrupto e população honesta. Se lembrarmos que o primeiro plebiscito da história foi quando as massas tiveram que escolher entre Jesus e um ladrão e optaram pelo ladrão. Quem preferiu o ladrão? O povo” .

 

 

Reflexão é da jornalista Bia  Cardoso ao analisar o baixíssimo nível do “debate” político em Marabá.

Sensível e sempre feliz em suas colocações, Bia é a voz da coerência.

E do lado bom do ser Humano.

E quando se lê o que ela escreveu,  nos agoniza saber que o  tempo em que as pessoas voltarão a ser tratadas de maneira justa e  respeitosas, está ficando cada vez mais distante.

Anos-luz.

Bia extrapola sua indignação com tanta elegância e respeito às próprias palavras usadas,  evitando tocar no pior:  as pessoas tóxicas.

Aquelas pessoas que tornam os ambientes pesados e as relações estressantes.

Pior.

Pessoas que conseguem dragar ‘gente melhor’ para o seu próprio subsolo.

Tornam homens e mulheres, seres humanos piores.

Por isso, todo-santo-dia temos que cancelar alguém.

Você já cancelou hoje?