Beto Salame comemora aprovação de relatório ambiental que permite asfaltamento da Transamazônica

No início de outubro deste ano, produtores rurais, comerciantes e a população em geral de Novo Repartimento, cansados de esperar pelo asfaltamento da Transamazônica, fizeram um grande movimento de protesto interrompendo o tráfego na rodovia. Mais de duas mil pessoas participaram da mobilização.

O deputado federal Beto Salame (PROS) foi um dos diversos parlamentares paraenses a integrar a comissão de negociação que envolveu DNIT, Polícia Rodoviária Federal, Funai, IBAMA e outros órgãos federais para desobstruir a rodovia e garantir que o asfalto, enfim, chegue à região.

Na época, Beto justificou sua participação no protesto e colocou-se ao lado dos manifestantes. “Estou aqui para ser solidário a este povo que não aguenta mais sofrer com as condições precárias da Transamazônica. Nosso povo quer produzir, trabalhar e prosperar, mas nas condições que há mais de 30 anos está a rodovia isso é impossível”, disse Beto Salame, ao lado de lideranças locais, entre as quais Deusivaldo Pimentel, o popular “Amizade” e Alexandre Guimarães.

Ontem (1º), em sua página oficial no Facebook e em outras mídias sociais, Beto Salame comemorou a remoção do último grande obstáculo para a realização da obra. A Funai considerou satisfatório o Plano Básico Ambiental do projeto e agora o DNIT poderá licitar o serviço. Como os valores para a obra estão liberados, o serviço poderá, finalmente, começar no início do ano que vem.

“Feliz demais com a notícia da liberação do estudo da Funai que permite o asfaltamento da Transamazônica e quero dizer que este é um momento para celebrar. Celebrar a força da união de pessoas de bem em torno de um projeto de desenvolvimento; celebrar a determinação e a coragem de cada homem e mulher que se juntou a nós nessa luta; e celebrar uma grande vitória da cidadania. Está provado: juntos somos muito fortes e capazes de vencer qualquer desafio. Agora, vamos permanecer unidos e vigilantes para garantir que essa obra comece e seja logo concluída. Um forte abraço do deputado Beto Salame.”, escreveu Beto em mensagem enviada aos participantes do movimento.

Barragens de rejeitos

A Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia aprovou, nesta quarta-feira (2), requerimento do deputado Beto Salame (PROS-PA) para a realização de audiência pública, em conjunto com a Comissão de Minas e Energia, a fim de discutir o nível de segurança das barragens de rejeitos instaladas por empresas mineradoras no Pará. Segundo o parlamentar, o objetivo é discutir com os órgãos públicos quais são os procedimentos