Hiroshi Bogéa On line

Bernadete reage à condenação

A assessoria da deputada estadual Bernadete Caten (PT) reage na caixa de comentários do post “Condenação a Bernadete” à decisão da Justiça Federal de condená-la em ação cível por improbidade administrativa. “Não temos dúvida que a forte ação moralizadora e de combate à corrupção implementada por Bernadete Ten Caten em sua gestão a frente do Incra tenha sido alvo de diversas denúncias apócrifas e caluniosas, resultando hoje em dois processos, os quais responde”, diz trecho dos esclarecimentos da parlamentar petista. Sugiro a todos darem uma passadinha lá. Clique aqui.

Post de 

4 Comentários

  1. Anonymous

    10 de maio de 2007 - 15:17 - 15:17
    Reply

    Toda vez que um político é pego de calça curta (ou saia), a desculpa é a mesma. A de que não há provas das denuncias formuladas. Eles nunca erram.

  2. Anonymous

    10 de maio de 2007 - 04:16 - 4:16
    Reply

    dia 11 de maio em Xinguara

  3. Anonymous

    10 de maio de 2007 - 04:15 - 4:15
    Reply

    II CONGRESSO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL DAS REGIÕES SUL E SUDESTE DO PARÁ COM PARTICIPAÇÃO E CONTROLE POPULAR

    JUSTIFICATIVA

    A história econômica do Sul e Sudeste do Pará é marcada por ciclos econômicos, dentre eles destacamos: os da castanha, da madeira, do ouro, e mais recentemente do agronegócio e da mineração.

    Esse modelo não tem gerado desenvolvimento sustentável, pois a renda e a terra continuam concentradas; os conflitos, a violência, a exclusão, a miséria social e a degradação ambiental são acentuadas.
    Em nossa região a infraestrutura é dédil, insuficiente e atende quase exclusivamente os interesses dos grandes projetos, sem atentar para as necessidades dos povos pobres da floresta.
    Nesse contexto, e considerando a necessidade de um amplo debate sobre alternativas de desenvolvimento que considere os povos amazônidas, suas culturas e o seu meio natural é que o município de Xinguara, através do processo de Congresso da Cidade e do Campo e Universidade Federal do Pará/UFPa, por meio do Centro Sócio Econômico e o Programa de Apoio a Reforma Urbana/Paru tendo por base o convênio com o CNPq e o Ministério das Cidade, com o apoio do governo do Estado, as prefeituras de Parauapebas, Conceição do Araguia, Nova Ipixuna e Canaã dos Carajás realizará, no dia 11 de maio, o II Congresso de Desenvolvimento Regional do Sul e Sudeste do Pará com Participação e Controle Popular, se constituindo como parte da programação da Semana de Cultura Araguaia, que culmina com o aniversário da cidade no dia 13 do mesmo mês.

    OBJETIVOS
    Geral:
    Possibilitar a reflexão crítica acerca dos vários ciclos de desenvolvimento porque tem passado a Amazônia, em particular as regiões Sul e Sudeste do Pará, com vistas a se estabelecer diretrizes sobre um modelo de desenvolvimento sustentável para que sejam absorvidos nos instrumentos orçamentários e de planejamento dos governos nas esferas federal, estadual e municipal.
    Específicos:

    – Gerar subsídio para a formulação e ação crítica dos atores governamentais e não governamentais sobre o desenvolvimento das regiões do Sul e Sudeste do Pará;
    – Reunir os movimentos sociais e os governos municipais em torno de uma pauta comum de desenvolvimento regional para dialogar com as esferas estadual e federal de governo;
    – Aprofundar a análise sobre os impactos sócio-ambientais dos projetos econômicos estabelecidos e em via de estabelecimento em nossa região;
    – Conhecer as ações e os impactos do Programa de Aceleração do Crescimento nas regiões Sul e Sudeste do Pará.

    PROGRAMAÇÃO

    14h30 – Credenciamento
    15h00 – Mesa oficial de abertura
    15h20 – Posse da Diretoria do Consórcio dos Municípios da PA – 279.
    15h30 – Painel: “O PAC e seus impactos econômico e sócio-ambientais para a Amazônia/ Sul e Sudeste do Pará”
    Palestrantes:
    – Govenadora do Estado do Pará : Ana Júlia Carepa
    – Senador da República: José Nery
    – Representante do Ministério do Planejamento
    18h00 – Mesa redonda: “A Sustentabilidade do Desenvolvimento e o Paradigma da Extração Mineral no Sul e Sudeste do Pará”

    Expositores:
    – Representante do DNPM – João Bosco Pereira Braga
    – Representante da Xtracta – Antonio Assis de Morais
    – Representante da Corcovado- Arlei Carlos de Sousa Alves
    – Secretário de Estado e Integração Regional: – André Farias
    Debatedores:
    – Prefeito Municipal de Xinguara: José Davi
    Passos
    – Representante da Universidade Federal do Pará – UFPa – José Pedro de Azevedo Martins
    20h00 – Debate com a Plenária
    20:30 – Encerramento.

  4. Anonymous

    9 de maio de 2007 - 23:53 - 23:53
    Reply

    Não adianta estrilar. Os argumento do juiz Federal Carlos Henrique Borlido Haddad, da Vara Única de Marabá, na sentençào que condenou Bernadete a ficar sem direitos políticos, são contudentes. Diz ele que as denúncias de que os estandes já vinham sendo montados muito antes do pregão são verdadeiras. ‘Pelas regras comuns de experiência e bom senso, torna-se duvidoso que uma empresa possa montar 28 estandes e um auditório para 200 pessoas da noite para o dia’.
    E agora, professora?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *