Hiroshi Bogéa On line

Benevides: Prefeito abandona a cidade e o próprio candidato

Das eleições no Pará, o fato mais pitoresco e controverso está ocorrendo em Benevides, cidade da região metropolitana de Belém.

Faltando poucos dias para o pleito eleitoral, que será realizado no dia 15 deste mês, Zé Begot (foto), candidato  a prefeito pela coligação “União Pelo Bem de Benevides”, decidiu renunciar à disputa, deixando muitos eleitores se perguntando o motivo para tal atitude.

Há quem diga que a decisão da renúncia tenha sido a falta de compromisso, habilidade e responsabilidade política do atual prefeito Ronie Silva,  desgastado por uma gestão mal avaliada perante a população.

O Prefeito Ronie perece não querer cumprir acordos e promessas, outros acreditam que foi pelo fato de Ronie ter ido para outros municípios apoiar outras candidaturas pensando já nas Eleições 2022.

Ronie não esconde de ninguém o sonho de ser Deputado Estadual, Federal ou mesmo disputar o Senado, num delírio típico dos deslumbrados.

Além de Zé Begot, seu candidato oficial, Ronie incentivou as candidaturas de Paulo Lobato, Prof. Fredson e Catarino, tentando repetir a estratégia de 2016.

Que estratégia?

Qualquer um serve, desde que seja contra a líder nas intenções de voto, Luziane Solon.

Porém, com o desenrolar da campanha eleitoral e o crescimento avassalador do nome da candidatura Luziane nas pesquisas e nas ruas, Ronie desiste da disputa e vai apoiar outras lideranças em outros municípios, já pensando nas eleições de 2022, quando o prefeito pretende disputar uma vaga no parlamento.

 

A GOTA D’ÁGUA 

 

Lançado à própria sorte, Zé Begot desistiu da candidatura, logo, ao ver Ronie em campanha em outros municípios.

Sem apoio político e financeiro, bem atrás nas pesquisas, tendo que carregar toda a rejeição do prefeito Ronie, o experiente político decidiu sair da vida pública e renunciou a candidatura, levando consigo qualquer possibilidade da sua Vice Prefeita, Luzineide Farias, de substituí-lo, pois, ao tentar a substituição, a candidata foi barrada no seu intuito, pelo juiz eleitoral da 78° Zona Eleitoral de Marituba, que indeferiu a substituição de Zé Begot por sua vice.

A Sentença foi pautada no art. 13º, Parágrafo 3° da Lei 9.504/1997, que diz: “Tanto nas eleições majoritárias, como nas proporcionais, a substituição só se efetivará se o novo pedido for apresentado até 20 (vinte) dias antes do pleito, exceto em caso de falecimento de candidato, quando a substituição poderá ser efetivada após esse prazo”.

Assim, Zé Begot deixa a disputa e não consegue deixar a vice como titular em seu lugar, como candidata a prefeita.

Agora, uma pergunta intriga a classe política e os eleitores de Benevides: Será que o prefeito Ronie Silva acredita, mesmo depois de abandonar Benevides e seus candidatos, que terá condições de se eleger como deputado estadual em 2022?

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *