Banzeiros da vida

Na cabine  de comando da potente locomotiva do trem de 350 vagões, dá pra contemplar a beleza do Tocantins cruzando a ponte rodoferroviária de 2.310 metros.

A montante da ponte, extenso pedrais de correntezas leves adornam a superfície do rio até a sede do município de São João.

Próximo a vila do Espírito Santo, a 800 metros da ponte – e onde deverá ser erguida a barragem da hidrelétrica da Eletronorte -, em determinada época do ano registra-se correnteza de suave magnitude, (foto abaixo)mas que não oferece nenhum perigo a quem conhece canais e o leme das embarcações.

O jogo de sedução da natureza atrai  pontos opostos, como se pode ver no louco esforço da frondosa árvore querendo beijar a água em puro êxtase.