Hiroshi Bogéa On line

Bando armado assalta Bradesco de Tucumã

 

 

O relato é do repórter Paulo Francis, que se encontrava no interior da agência bancária do Bradesco  de Tucumã, na hora em que ela foi tomada por assaltantes:

 

 Parecia uma sexta-feira 06, atípica, pois a agencia do banco Bradesco de Tucumã estava lotada, o normal numa sexta-feira é ficar vazia devido ao inicio do verão, muitas pessoas vão para as praias e para chácaras. Mas por volta 14:50 hs cerca de doze homens adentraram atirando dentro da agencia bancaria e exigindo o dinheiro que havia no caixa forte. Várias pessoas que estavam no interior da agencia se jogaram no chão e começaram a ora. A ação dos assaltantes dentro da agencia durou cerca de 15 minutos, logo após iniciarem a abertura do cofre os bandidos mandaram as cerca de cinqüenta pessoas que estavam no interior  da agencia irem para a frente do bando para fazerem um escudo um humano.

Cerca de vinte e cinco pessoas todos homens ficaram, por mas de meia hora na frente da agencia enquanto os assaltantes forçavam os  funcionários do banco a abrirem o caixa forte e entregar o dinheiro que estava nos caixas eletrônicos e de atendimento interno. Após pegarem todo o dinheiro que estava na agencia o bando fugiu em dois veículos tipo caminhonete; sendo uma Montana preta de um cliente do banco e uma caminhonete preta com a qual eles chegaram no inicio do assalto. No local ficou a destruição de portas de vidro, cartuchos de escopetas, metralhadora e projeteis de fuzil AR-15, e 7.62. Foram mas de trezentos tiros disparados pelos bandidos dentro e fora da agencia. Durante o assalto dezenas de pessoas passaram mal  foram liberadas, as mulheres e crianças não ficaram como reféns no escudo humano em frente ao banco.

Durante a fuga os bandidos levaram cerca de dez pessoas como reféns entre elas funcionários do banco. Minutos depois os reféns foram liberados na vicinal laranjeira, e seguiram com o gerente que foi solto logo em seguida. A policia civil e militar intensificou as buscas na zona rural de Tucumã para tentarem localizar e prender os assaltantes.

O valor da quantia roubada é de trezentos mil reais, logo após o assalto um carro forte chegou a agencia. A policia acredita que os bandidos chegaram antes do carro forte errando o horário da chegada do carro forte poderia ficar pior a situação caso os assaltantes chegassem no momento da abastecimento da agencia.

As policias civis, militar de diversos municípios e um helicóptero estão fazendo buscas na localidade entre Kaiteté e a sede da cidade de Ourilândia do Norte que fica oito quilômetros de Tucumã. Segundo informações da policia os bandidos estariam na mata entre essas localidades. 

Bandidos em fuga em Tucumã levando reféns

 

Curiosos entram na agência depois do assalto
Post de 

7 Comentários

  1. monica

    20 de julho de 2012 - 09:20 - 9:20
    Reply

    infeismente a policia so deixa pra resolver alguma coisa guando os criminosos fogem
    infelismente a segurança de nossas cidades e deixada nas maos de quem nao se preocupa com a população.
    tenho vergonha de fazer parte desse PAIS

  2. Antonio Carlos Pereira

    11 de julho de 2012 - 09:37 - 9:37
    Reply

    Amigo Hiroshi, nesse caso específico da crítica situação financeira da Celpa, haveria que se responsabilizar dois dos principais, senão maiores, causadores da situação extrema. Os Srs. Almir Gabriel ex-governador do Estado do Pará e Simão Jatene(PSDB) atual governador, que em 1998 “venderam” subfaturadamente a concessão para o Grupo Rede. Outro fatôr preponderante para o caso, é que, a partir de 98, os lucros anuais obtidos pelo Grupo Rede com a Celpa, foram sistemáticamente “transferidos” para outras empresas do Grupo no Sul Sudeste. Em se considerando que a empresa tem faturamento mensal de RS 220 milhões de reais, chega-se fácilmente a valôres de bilhões anuais. Vale lembrar, que o Legislativo (Câmara Municipal de Belém) aprovou recentemente, o Projeto das Parceria Público Privadas(PPP´s), de autoria do Executivo, que autoriza o governo estadual a venda/terceirização dos serviços das empresas estaduais como Cosanpa, UEPA, Banpará etc… O (mau) exemplo aí está, a Celpa. Está em curso – novamente – a sanha privatista tucana. Senhores eleitores, em Outubro, dia da eleição, lembrem-se que é este Senhor Jatene Governador(PSDB), vendilhão das empresas do Estado, e portanto, do povo, que apoia Tião Miranda(PTB) para prefeito em Marabá. Pensem nisso. 11.06.12/Mba.-Pa.

  3. Luis Sergio Anders Cavalcante

    10 de julho de 2012 - 10:38 - 10:38
    Reply

    Hiro, com sua licença reproduzo a seguir, na íntegra Boletim dos Urbanitarios de hoje(10/06) : ” ASSEMBLEIA DE CREDORES DA CELPA FOI ADIADA PARA 9/8. A Equatorial Energia que negocia o contrôle da Celpa “condicionou” negociação ao reajuste da tarifa, previsto para 7/8. A Assembleia de Credores da Celpa durou pouco mais de uma hora, tempo gasto para a empresa apresentar proposta de adiamento para o dia 9 de Agosto. O motivo do pedido de adiamento por 30 dias é para esperar o aumento da tarifa de energia elétrica, marcado para acontecer oficialmente pela Aneel em 7 de agosto.Já era de se esperar que a Celpa solicitasse esse prazo, pois fontes haviam dado entrevista à Reuters, Agência de Notícia, afirmando da improbabilidade da realização da assembleia, visto que o reajuste da tarifa é condição para a continuidade da negociação entre Grupo Rede e Equatorial. Obtivemos a informação de que o Grupo que negocia o controle da Celpa exige um percentual em torno de 12,5%, sende esse valôr o acumulado da revisão tarifária que foi decidida em 14 de Junho, num percentual de 6,7% mais o valor do reajuste anual, que será fixado pela Aneel no próximo dia 7. Grande parte dos beneficiários dos Acordos Trabalhistas estiveram presentes à Assembleia de Credores. Diante do adiamento, convidamos a todos a se fazerem presentes no dis 9 de Agosto, a partir das 8 hs no Hangar. Na assrmbleia de ontem compuseram a mesa de trabalhos, o Presidente do Sindicato dos Urbanitarios do Pará, Ronaldo Romeiro Cardoso, a Juíza Filomena Buarque, da 13a. Vara Cível de Belém, O Procurador Geral do Estado Caio Trindade, os advogados da Celpa, o representante do Ministerio Público do Estado Sávio Brabo e o Administrador Judicial Mauro Santos. Na nova assembleia marcada para dia 09 de Agosto, o Promotor deve apresentar uma nota técnica com mais detalhes sobre a avaliação do Programa de Recuperação Judicial. Mas, o Promotor adiantou que o Plano de Recuperação apresentado pela Celpa e que seria avaliado ontem pelos credores é “inócuo”, apenas cumpre uma formalidade de contrato, e não faz uma proposta ofensiva no sentido de propostas que garantam, principalmente, em curto prazo, os direitos trabalhistas, e dos consumidores”. Em 10/06/12., Marabá-PA.

  4. Luis Sergio Anders Cavalcante

    9 de julho de 2012 - 11:04 - 11:04
    Reply

    Por equívoco de digitação o comentario acima ficou incompleto. Segue desde o início :” MOBILIZAÇÃO CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA COSANPA. ASSEMBLEIAS SEGUEM ATÉ SEMANA QUE VEM “. Na segunda-feira, 9 de Julho, havíamos divulgado no Boletim do dia 28 de Junho que teríamos a Assembleia no Utinga, mas devido neste dia acontecer a Assembleia de Credores da Celpa, no Hangar, onde o Sindicato irá participar representando os beneficiários dos Passivos Trabalhistas referentes ao Plano Bresser, PLR e PCCS, a ação será transferida para a terça-feira, 10 de Julho. É fundamental que cada trabalhador se agende para participar das assembleias de mobilização contra a privatização da COSANPA. Vejamos o exemplo da Celpa, onde a mesma turma de tucanos(PSDB) fez a privatização dizendo que a energia seria universalizada e a tarifa iria se manter ou baixar. Aconteceu na prática tudo ao contrario do discurso : Tarifa elevada mais do que a inflação, muitos municípios e sobretudo, ilhas, permanecem na escuridão. Os que tiveram energia, conseguiram graças ao Programa do Governo Federal Luz Para Todos, o Grupo Rede, ao assumir a estatal, demitiu mais de 2 mil trabalhadores, houve muita terceirização, acidentes e adoecimentos. O Grupo Rede arrecadou bastante dinheiro aquí no Pará, enviou para outras empresas do Grupo em outros estados, e agora se diz na pré-falência, tentando repassar a Celpa a outra empresa privada ” eM 09.06.12, MARABÁ-pa.

  5. Luis Sergio Anders Cavalcante

    9 de julho de 2012 - 10:42 - 10:42
    Reply

    Hiro, com sua licença, divulgo a parte principal do comunicado do Sindicato dos Urbanitarios do Pará(STIU-PA.) de 04/06/12 : ” MOBILIZAÇÃO CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA COSANPA. ASSEMBLEIAS SEGUEM ATÉ SEMANA QUE VEM ” Na segunda-feira, 9 de Julho, havíamos divulgado no Boletim do dia 28 de Junho que teríamos a Assembleia no Utinga, mas devido neste dia acontecer a Assembleia de Credores da Celpa, no

  6. Jorge Antony F. Siqueira

    9 de julho de 2012 - 10:34 - 10:34
    Reply

    Caro Hiroshi, é ponto pacífico que não há como prever onde bandidos irão assaltar bancos. As quadrilhas tem estrutura na retaguarda para após as ações. São profissionais. Mas, a logística dos bandos é sempre a mesma : Cidades de pequeno porte que possuem varias vias para escape, onde o policiamento tem efeitivo pequeno, ou simplesmente inexiste, são e serão sempre o alvo. Os bancos normalmente tem seguros específicos para a questão das quantias furtadas. Quem paga normalmente é um funcionario ( gerente ou sub) do banco e família, às vezes feitos reféns, e o cliente/usuario, que passam pelo vexame, com risco da própria vida. 09;07.12, Mba.-Pa.

  7. Deodato Mendes

    8 de julho de 2012 - 21:05 - 21:05
    Reply

    A criminalidade assola o Pará, graças a incompetencia do Jatene

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *