Bandidos detonam caixas e fazem refém em Carajás

Publicado em 9 de julho de 2011

 

Passava da meia-noite deste sábado quando uma quadrilha formada por oito bandidos, conforme informação inicial,  detonou, quase simultaneamente, três caixas eletrônicos localizados na Mina de Carajás, próximo a um restaurante usado por  trabalhadores escalados no quarto turno da mineradora Vale.

Os estrondos das explosões dos caixas causaram impacto no grupo de funcionários que trabalhavam em máquinas pesadas, próximos a área de  socialização que a Vale implantou na mina para oferecer maior comodidade aos seus colaboradores, inclusive fixando os caixas eletrônicos.

Na fuga, a quadrilha levou um supervisor de mina como refém, liberado logo em seguida – antes dos assaltantes adentrarem a APA de Carajás (Área de Proteção Ambiental), por onde fugiram.

———–

Atualização às 12:27

Polícia confirma o assalto a cinco postos de atendimento na mina de Carajás, das agências do Banco do Brasil, Bradesco  e Santander. Buscas a quadrilha percorrem os municípios de Parauapebas, Canaã e Curionópolis.