Hiroshi Bogéa On line

Bandalhice de um prefeito

Laurival Magno Cunha, prefeito de Barcarena, vulgo Marivalzinho, é mesmo irresponsável.

Além de estar  deixando ao sucessor débitos astronômicos e  muitas empresas do município quebradas, o caraíba permitiu o aniquilamento de 20 km da PA-151, trecho do trevo da Alça Viária até o Porto do Arapari. E aqui não vale a desculpa esfarrapada de que a estrada é de responsabilidade estadual. Um administrador sério, preocupado com o ir e vir de seus munícipes – e com arrecadação suficiente para promover simples serviços de tapa-buracos -,  tem a obrigação de zelar pelo patrimônio e facilitar o transporte de sua gente.

Quando a Alça foi inaugurada, estava mais do que evidente  a redução do fluxo de veículos pelo Porto do Arapari. Mas também ficou escrito nas estrelas ser mais em conta para trabalhadores das empresas de Barcarena, residentes em Belém, ou até mesmo para a população daquele entorno sempre com os pés na capital, atravessar a baia em balsas, cruzando os 20 km da rodovia.

O poster gastou 30 minutos do trevo até o Porto do Arapari, ao optar pela balsa, ao invés de cruzar os 68 km da Alça. Mais tempo do que o percurso feito do Moju ao trevo.

Pior de tudo isso é que um bandalha do gênero ainda corre o risco de voltar à prefeitura do município.

Post de 

1 Comentário

  1. ARAÚJO

    26 de dezembro de 2008 - 14:01 - 14:01
    Reply

    Bota bandalha nisso. Nós do Comitê de Ética e Cidadania de Barcarena, e da Organização de Defesa dos Municípios Paraense, analizamos a prestação de contas “dessa figura”,
    solicitamos inspeção extraordinária
    do TCM-PA e que desde fim de maio do corrente terminou a inspeção, mas até hoje, nada desse relatório.
    As ONGS, prometem, para o início de
    2009, uma grande ofensiva pelos órgãos de análise de contas e justiça, afim de que este fato, não
    fique “arquivado”, nem no TCM-PA, nem em qualquer outro lugar! A sujeira que já detectamos dessa corrupta “administração” e que por
    isso solicitamos a inspeção do TCM,
    afim, de dar parecer técnico e de
    respostas à sociedade em especial, a Barcarenense, reafirmamos: “NÃO FICARÁ DEBAIXO DO TAPETE DA MÁ FÉ BUROCRÁTICA”. É NOSSO COMPROMISSO!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *