Hiroshi Bogéa On line

Bancada paraense reúne-se com Dnit para analisar planejamento de obras

A bancada do Pará foi a primeira a participar do Ciclo de Planejamento Integrado que a diretoria do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e fará com todas as representações dos Estados no Congresso Nacional.

O coordenador da bancada do Pará, senador Zequinha Marinho (PSC), e o deputado federal Airton Faleiro (PT) foram recebidos pelo diretor-geral do órgão, general Santos Filho, para identificarem as prioridades para 2020 e otimizarem os recursos previstos para a realização de obras de manutenção e construção de trechos rodoviários e de infraestrutura aquaviária para este ano. De acordo com o general Santos Filho, a aproximação com as bancadas “amplia o conhecimento sobre as obras e projetos em andamento pelo Dnit”, diz.

No começo do ano, o governo federal decidiu bloquear em R$ 35 bilhões do Orçamento de 2019 em razão do limite imposto pelo teto de gastos, regra que impede que as despesas do governo subam acima da inflação. Para as ações de manutenção e conservação rodoviária no Pará, o Dnit terá R$ 419,5 milhões, valor aquém das necessidades mínimas do órgão.

A previsão orçamentária do órgão era de R$ 516 milhões. Na ocasião, a diretoria do Dnit apresentou proposta de remanejamento dos recursos para o Estado do Pará. A sugestão é que as obras sem projeto de engenharia e que não deverão iniciar este ano, tenham seus recursos remanejados para as ações de manutenção de trechos rodoviários e para a construção de pontes de concreto na BR-163.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *