Bancada de vereadores do MDB na Câmara de Marabá solicita reunião com Helder Barbalho para tratar da pavimentação da “Estrada do Rio Preto”

Publicado em 6 de agosto de 2021

Ofício assinado por quatro vereadores de Marabá, três do MDB e um do PDT, foi encaminhado ao Chefe da Casa Civil, Iran Ataíde de Lima, solicita uma reunião com o governador Helder Barbalho e outras autoridades do Estado, com objetivo de tratar da pavimentação da “Estrada do Rio Preto”

Os signatários do documento são os vereadores Ilker Moraes Ferreira, Cristina Mutran, Antonio Ferreira Araujo – todos do MDB -, e Alécio da Palmiteira, que se articulam em torno de ações que possam trazer benefícios ao setor produtivo do município, através de obras do Governo do Estado.

No documento, os vereadores citam a importância da rodovia como “uma das principais vias que liga a sede do município a diversas comunidades da zona rural, sendo a principal rota de escoamento de produtos agrícolas e pecuários e via única usada para o transporte do minério da Serra da Buritirama”.

“Em verdade, a audiência tem objetivo específico de retomar, junto ao governador, e com a participação de outros atores, os encaminhamentos do projeto de asfaltamento da Rodovia do Rio Preto, que já teve ações nesse sentido desenvolvidas anteriormente com a participação do Governo do Pará e da mineradora Buritirama. Com a explosão a pandemia, o assunto ficou sobrestado, razão pela qual agora queremos avançar nas negociações”, explica vereador Ilker Moraes, articulador da bancada que solicita a audiência.

No ofício, a bancada esclarece que a reunião deve contar, além do governador, com as presenças do prefeito e da Câmara de Marabá, lideranças do Movimento pela Estrada do Rio Preto, e representante da empresa Buritirama, e da empresa Maringá, “que recentemente recentemente passou a extrair minério na região”

A reunião é sugerida para a primeira quinzena de setembro.

No documento, é citado que o tráfego de caminhões e demais veículos é intenso na rodovia, que tem a função também de dar acesso a outros municípios, como Itupiranga, Novo Repartimento, São Félix do Xingu e Parauapebas.

“Entre 2018 e 2020, ocorreram várias reuniões entre o Governo do Estado, lideranças de Marabá e a empresa Buritirama, resultando no entendimento de que a obra necessita ser executada através de uma Parceria Público-Privada entre o governo do Estado, Prefeitura de Marabá e a empresa Buritirama, numa trecho de 130 km entre Marabá e Vila União”, diz o documento encaminhado à Casa Civil – acrescentando ainda que, naquela oportunidade, o governador Helder Barbalho imediatamente contratou uma empresa que realizou os estudos e o projeto básico.

Ilker Moraes diz que a bancada do MDB na Câmara de Marabá, com apoio de demais colegas, “tem um significado político muito forte nesse processo de articulação para que consigamos envolver o maior número possível de atores em torno do governador Helder Barbalho, que desde o início das discussões sobre a viabilidade de asfaltamento da Estrada do Rio Preto se colou à disposição, tanto que liberou recursos para a confecção de estudos e do projeto básico. Agora, é e vez das empresas mineradoras que se beneficiam diretamente da existência da estrada, e da prefeitura de Marabá, entenderem que suas participações na parceria é fundamental para que a rodovia seja pavimentada. O governo do Pará já está fazendo sua parte há muito tempo”, finalizou o parlamentar emedebista.