Balanças de aeroportos penalizam passageiros

Publicado em 3 de novembro de 2011

 

 

Nota enviada pelo colaborador Plínio Pinheiro Neto, publicada originalmente no Diário do Pará:

 

Fiscais do Instituto de Metrologia do Pará (Imetropará) interditaram 10 das 30 balanças usadas para pesar bagagens nos balcões de check-in no Aeroporto Internacional de Belém. As balanças estavam fora dos padrões exigidos pelo Inmetro, causando prejuízo aos passageiros, que poderiam pagar a mais por excesso de bagagem devido à falha no equipamento.

“A interdição ocorreu depois de fazermos o ensaio de pesagem, de acordo com a legislação do Inmetro”, informou Emerson Leite, metrologista do órgão.

“Os erros encontrados chegavam a até 3,350 kg. O Imetropará faz a proteção que o consumidor não vê. Estamos sempre atentos para impedir que o cidadão comum seja lesado em seus direitos”, ressaltou Luiziel Guedes, presidente do instituto.

A Infraero (Empresa de Infraestrutura Aeroportuária), responsável pela administração do Aeroporto, tem 10 dias para resolver os problemas encontrados. Para isso, terá de contratar uma empresa credenciada pelo Imetropará. Depois, os técnicos do instituto voltarão ao aeroporto para verificar se as balanças estão realmente de acordo com as normas.

Através de nota, a Infraero informou que, logo após fiscalização, foi acionada uma das empresas credenciadas pelo Imetropará para a realização das correções necessárias. Segundo a nota, ainda ontem seriam finalizados os serviços de ajustes nos equipamentos. A nota informa ainda que não houve impacto operacional nos voos. (Diário do Pará)