Avais suspensos

Publicado em 10 de fevereiro de 2007

Outra punição, a partir dessa situação: o Tesouro Nacional pode decidir a não conceder mais aval ao Pará para operações de crédito e isso, de cara, leva à reboque toda articulação feita recentemente no Ministério das Cidades pela secretaria Suely Oliveira, da Sedurb, para liberação de linha de crédito para dar início ao programa “Água Para Todos”. Essa operação está ameaçada e, também, a possibilidade das comunidades ganharem saneamento e distribuição de água potável de qualidade.
Dia 27 de fevereiro, Carlos Guedes segue para Brasília com objetivo de minimizar o impacto dessa situação.