Hiroshi Bogéa On line

Aumento de buraqueiras na Transamazônica irrita usuários, e Dnit não tem recursos para recuperá-la

Não param de chegar à redação do blog fotos e textos com reclamações sobre a buraqueira na Rodovia Transamazônica.

O trecho nas imediações da sede do município da Palestina está cada vez mais inseguro, com crateras e buracos de todos o “modelos” pipocando na extensão da estrada.

Acidentes têm sido registrados diariamente.

O Dnit, segundo informações colhidas na sede da Superintendência em Belém, aguarda o repasse de recursos para efetuar operações de tapa-buracos em diversos pontos da rodovia federal.

Usuários da BR-230, nome técnico dado à Transamazônica, tem sofrido prejuízos de danos em seus veículos pequenos e caminhões.

Fotos são de alguns pontos da estrada próximo à Palestina.

Post de 

1 Comentário

  1. A.S.A (Apinajé)

    22 de abril de 2021 - 12:00 - 12:00
    Reply

    Olá Dom Hiroshi.
    Trechos crônicos,à época em que a estrada ainda era na piçarra,esses trechos no período das chuvas aí em nossa região,eram os temidos atoleiros,se cavar meio metro,se tanto,já se encontra o barro do bom pra oleiro,já os buracos sobre os aterros aí é a pura incompetência misturada com a má qualidade da massa asfáltica…

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *