Auditoria brecada

Publicado em 4 de janeiro de 2010

Técnicos do Tribunal de Contas dos Municípios tentaram, inutilmente, em dezembro, auditar a secretaria de Saúde de Marabá, a pedido do Ministério Público.
Quando os auditores estiveram no prédio do órgão, coincidiu com as investigações da Polícia Federal sobre as supostas fraudes praticadas por servidores municipais na compra de medicamentos. Computadores e documentos apreendidos pela PF deram nó nas ações do TCM, que não tinha como analisar o órgão.

Devem voltar agora em janeiro.