Auditores de Belém entregam cargo

Na manhã desta quinta-feira (08), os Auditores que ocupam funções de chefia na Delegacia da Receita Federal do Brasil (DRF- Belém) assinaram documentos de entrega dessas funções. O protesto é resultado das incontáveis tentativas frustradas de negociação com o governo Federal. Assinaram os documentos o Delegado-Adjunto, Chefes do Sefis (titular e substituto), Chefe do Secat, Chefes do Seort (titular e substituto) e Supervisores de Equipes de Fiscalização. O ato de hoje, apenas marca o início desta mobilização que promete alcançar todas as outras unidades da Receita Federal do Brasil localizadas em Belém.

À medida que cresce o movimento pela entrega de chefias pelos Auditores, uma crise de gestão na Instituição pode ser gerada. Os serviços que demandam gestão de chefias irão parar somando-se à mobilização de operação padrão e crédito zero em curso. O Delegado adjunto da DRF também entregou seu lugar. Auditor há 29 anos, Paulino Barros, acredita que o importante é lutar em prol da valorização do cargo Auditor Fiscal e não de cargos transitórios. “Quando o cargo deixa de ser valorizado, as chefias também perdem o sentido”, aponta.

Os auditores do Pará irão continuar aderindo a paralisação do Dia Nacional sem o computador. O intuito do ato é que nenhum servidor ligue por um expediente o computador na Receita . A próxima mobilização ocorrerá no dia 25 de junho. Na mesma data será realizada uma assembleia geral