Ato de MST e Fetraf fecha ferrovia da Vale

Publicado em 18 de maio de 2015

Mst

Mst 2

 

A manifestação dos movimentos sociais, tendo à frente MST e Fetraf, por mais ação do Incra para agilizar regularização fundiária na região, manteve a ferrovia da Vale fechada por todo o dia.

Cerca de três mil trabalhadores e agricultores da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar no Estado do Pará (FETRAF/PA) bloqueiam a Estrada de Ferro Carajás (EFC).

Eles estão no local desde as primeiras horas desta segunda-feira (18), reivindicando mudança no orçamento da reforma agrária no estado e melhorias na estrutura dos assentamentos da região.

A principal reivindicação é pelo orçamento que foi disponibilizado para a reforma agrária, o qual segundo o coordenador do Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar de Tucuruí, Roberto Elias, já era insuficiente e ainda sofreu um corte de 50%.

As fotos mostram a ação dos sem-terras, no KM 6 da rodovia Transamazônica, área urbana de Marabá.

Mst 3

MST 4