Hiroshi Bogéa On line

Atendente-offboy tucano

Juvêncio Arruda foi até benevolente a respeito do assunto, em post publicado hoje no Quinta:

Te Manca, Megale!
Vamos combinar: o deputado tucano Jose Megale está tangenciando a falta de decoro, ultrapassou a falta de respeito, e começa a se tornar ridículo.
Não satisfeito em emendar o Bolsa Trabalho, sugerindo elevar de R$ 80,00 para R$ 380,00 o valor do benefício – prontamente flagrado pelo blog do Barata – agora quer reduzir os gastos em propaganda de 1% para 0,5% do orçamento do estado.

Destemperos dessa espécie são atos de irresponsabilidade de um deputado que ganhou mandato para lutar pela melhoria da qualidade de vida das pessoas pobres e não criar expectativas fantasiosas no seio da comunidade. Usar a função parlamentar para cumprir papel de garoto de recado de Jatene e seus comandados extrapola o cinismo e atenta contra a dignidade até de quem não a possui.

Post de 

3 Comentários

  1. Anonymous

    13 de setembro de 2007 - 01:48 - 1:48
    Reply

    Vai ver o anonimo (a) das 7:54 PM é um desses viúvos (as) do grande engodo que foram os governos tucanos, seguro por muitos anos por uma DAS que não se contenta com a moleza perdida. rss
    É isso mesmo!

  2. Anonymous

    12 de setembro de 2007 - 22:54 - 22:54
    Reply

    Quem conhece o Jatene sabe muito bem que não é o perfil dele esse tipo de atitude como essa tomada pelo deputado Megale. Posso garantir que o ex-governador Simão Jatene não colocaria a assinatura dele abaixo dessas duas propostas. Por uma razão muito simples: são indevidas e burras, coisas que não combinam com o ex-governador.

  3. Anonymous

    12 de setembro de 2007 - 17:05 - 17:05
    Reply

    Esse Mengele, ou melhor, Megale, é preposto do deputado Wandenkolk, que é recadeiro do Jatene que é absolutamente NADA, no jogo do Bicho.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *