Assim que se faz

Publicado em 18 de setembro de 2010

Corretíssima atirude da diretoria do Santos determinando o afastamento, por período indeterminado, do mascarado Neymar.

Esse menino está passando dos limites,

Se não derem um tranco nele, o futebol brilgante que possui desaparacereá em pouco tempo, dentro dos gramados.

Mas pelo andar da carruagem, os diretores ainda tentaram passar a mão na cabeça do moleque, desgostando Dorival Junior.

O time do Santos, desgraçadamente para desgosto de quem gosta do futebol-arte, está dividido.