Assim é demais

Publicado em 8 de junho de 2009

Quem desce a VP-8 (ou sobe?) sentido rodovia Pa-150, quando chega à altura da chamada rotatória “Verdes Mares”, onde ocorre incidência de maior tráfego de veículos (e não é a toa, por isso mesmo, armaram o bago pisado), bate de frente com um bagulho de uma estrutura de outdoor – daqueles mesmo de 9 X 3 mts -, fechando a visualizaçào do prosseguimento da VP.

O obstáculo de terrível mau gosto, além de promover o desconforto espacial e visual dos transeuntes, desvaloriza a cidade, um tanto maltratada, tornando-o – o obstáculo -, apenas espaço de promoção.
O problema, porém, e que isso fique bem claro, não é a existência da propaganda da prefeitura, mas o seu descontrole.

A poluição visual degrada os centros urbanos pela falta de harmonia de anúncios, logotipos e propagandas que concorrem pela atenção do espectador, causando prejuízo a todos. Por outro lado, o indivíduo perde a sua cidadania – no sentido de agente participativo da dinâmica da cidade.

É doído demais bater de frente com aquela marmota, de uma agressividade sem tamanho, na avenida mais importante de Marabá, pelo que ela carrrega de gente e veículos. No local onde está, o outdoor da Prefeitura Municipal é instrumento de divulgação invertido, antimarketing.

É certo que a população ainda tem dificuldade de tipificar o problema como poluição, não conseguindo compreender o grau de agressão sofrido. Mas o poster e muita gente já sentimos a barra e pedimos, encarecidamente ao autor da presepada, sua imediata retirada.