Hiroshi Bogéa On line

Assalto milionário

Ao todo seriam 32 homens, os integrantes da perigosa quadrilha que assaltou as três agências bancárias de Carajás, é uma filial da Ótica Maia, que teve todos os vidros da loja quebrados por três bandidos. A ação colocada em prática foi minuciosamente planejada e executada simultaneamente.

Além de dois gerentes das agêncas, a quadrilha fez outros reféns quando cruzava a Mina e o carro da fuga bateu num obstáculo, sendo imediatamente incendiado. Outros veículos foram tomados de assalto de funcionários que trabalhavam no início da tarde, juntamente com seus proprietários – até agora em poder dos assaltantes.

Utilizando helicópteros e carros, a polícia cercou a densa floresta na qual provavelmente os bandidos se encontram.

Funcionários da Vale acreditam que os integrantes da gang adentraram Carajás através da floresta, já que nao há registro na guarita de acesso ao setor urbano de pessoas não identificadas.

Post de 

4 Comentários

  1. Anonymous

    4 de dezembro de 2007 - 13:58 - 13:58
    Reply

    FIQUEMOS SÓ COM OS DE DENTRO!

  2. Anonymous

    3 de dezembro de 2007 - 13:34 - 13:34
    Reply

    Prezado Hiroshi, nao e de hoje que quadrilhas de fora assombram o noso estado, quantos assaltos ja prezenciamos nos nossos municipios tao pobre de segurança, se ja nao bastassem os nosso problemas, ainda temos que nos preocupar com esses bandidos que vem vem de fora para nos dar preocupaçao.Cade a nossa plicia?

  3. Anonymous

    2 de dezembro de 2007 - 13:01 - 13:01
    Reply

    Essa quadrilha atuou na Serra dos Carajás, roubou banco e disseminou o terror entre os trabalhadores que lá moram. Esses bandidos devem ser tratados de forma implacável, deve se realizar uma verdadeira caçada!

    Mas lá no pé da serra, em Parauapebas, atua uma outra quadrilha, que substituiu uma outra, ambas, estão a aproximadamente 11 (onze) anos atuando livremente, sem que ninguém os importune.

    Pra que o leitor deste blog tenha uma idéia da gana e da desfaçatez, essa rica cidade de nome Parauabebas, sequer tem um prédio próprio para sua prefeitura.

    Bilhões e Bilhões já passaram pelos cofres municipais e sequer tem-se uma sede para sua prefeitura!

  4. Anonymous

    1 de dezembro de 2007 - 20:29 - 20:29
    Reply

    Essa é a verdadeira realidade do Pará, e não a fantasia vivida pelos que serviram de tapete para Ana Júlia durante sua estadia em Marabá.

    A presença de Ana Júlia e dos “new-petistas” de ocasião em festas é uma constante.

    O Pará tem vivido de alegorias, festas, eventos, sorrisos largos da Governadora e daqueles que buscam as migalhas que caem da boca do governo.

    Enquanto isto, no mundo real, as barbaridades aumentam de frequência e proporção. São assaltos, estupros institucionalizados e etc.

    Onde está a descência de nosso governantes?

    O que temos para comemorar?

    Os sorrisos de Ana Júlia e a bajulação dos empresarios sem personalidade demonstram que muito ainda temos que nos preocupar com o que há de vir pela frente.

    Otton M Silva

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *