Hiroshi Bogéa On line

Arquitetura do roubo

O todo-poderoso Zuleido Soares, dono da agora conhecida Construtora Gautama, esteve pelo menos três vezes em Belém durante o mês de março. Permaneceu na cidade um dia inteiro na primeira viagem, enquanto nas duas outras chegou no inicio da noite e viajou na manha seguinte, hospedado na casa de um político com mandato. A fonte é incisiva em afirmar que o cabeça do esquema de corrupção descoberto pela PF na cauda da Operação Navalha, em solo belemita, recebeu detalhada informação das obras do PAC anunciadas para o Pará. É bem provável que a Polícia Federal tenha monitorado todos os passos de Zuleido em Belém, bem como seus contatos com o deputado federal anfitrião.

Post de 

4 Comentários

  1. Anonymous

    21 de maio de 2007 - 20:31 - 20:31
    Reply

    Concordo com o anônimo acima.
    A “thurma” mudou, mas os procedimentos, com pequenas variações, continuam os mesmos… + 10% para o partido.

  2. Anonymous

    21 de maio de 2007 - 20:03 - 20:03
    Reply

    Tanto faz ser o Zuleido ou outro qualquer, se ele não entra no esquema do político com mandato, entra outro. O politico não quer enriquecer A, B ou C, ele está querendo o dele. O Zuleido é mais uma vítima do esquema político instaurado no país.

  3. Anonymous

    21 de maio de 2007 - 17:55 - 17:55
    Reply

    Alguem teve um destempero intestinal…

  4. Quaradouro

    20 de maio de 2007 - 22:56 - 22:56
    Reply

    Não faz isso que é sacanagem. Cadê o nome do político “com mandato”?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *