Hiroshi Bogéa On line

Armas em punho

“É mais fácil um remista passar a torcer para o Payssandu, ou vice-versa, do que o PMDB apoiar a Ana Júlia”.

Declaração é de José Priante aos jornalistas Denise Rothenburg e Flávia Foreque, do Correio Braziliense, está no blog do Val-André.

Post de 

3 Comentários

  1. .

    10 de março de 2010 - 17:59 - 17:59
    Reply

    Hummmm, quem escuta o Priante falar assim até pensa que ele manda no PMDB.

  2. Anonymous

    10 de março de 2010 - 10:51 - 10:51
    Reply

    A situação esta neste pé…

    Acho q entao o PMDB esta barganhando ou entao o PT nao tem interesse no apoio ou seja outras armas.

  3. Anonymous

    9 de março de 2010 - 20:41 - 20:41
    Reply

    Priante é mais fácil um camelo passar no buraco da agulha, do que vc ser considerado um político honesto e leal.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *