Áreas monitoradas têm queda de 58% no índice de criminalidade

Publicado em 23 de fevereiro de 2015

_DSC6885

Os três principais núcleos de Marabá são vigiados 24 horas por dia, sete dias por semana pelas equipes de monitoramento do Centro de Controle Operacional (CCO). Ao todo, cinco equipes operam o sistema de visualização de pontos estratégicos da cidade.

O Centro de Controle Operacional está em funcionamento há dois anos e foi implantado como condicionante da instalação do projeto Alpa (Aços Laminados do Pará) em Marabá. As 47 câmeras foram importadas da Suécia e os rádios de Israel.

O sistema de monitoramento é alimentado em parte por fibra ótica e em parte via rádio. As lentes das câmeras possuem um raio de alcance de 1.200 metros, tendo assim a capacidade de dar zoom até 32 vezes, gerando uma imagem com qualidade. Esses equipamentos proporcionam a visualização de toda a área, com giro de 360 graus.

De acordo com o secretário interino de Segurança Institucional, Júlio Araújo Netto, todas as entradas e saídas da cidade estão cobertas pelo sistema, assim como as praças, áreas bancárias, centros de comércio e todo o perímetro urbano da rodovia transamazônica.

“O CCO já contribuiu em várias situações com os órgãos de segurança pública, seja na esfera estadual, como na esfera federal. Mas existe um leque de situações em que o CCO colabora como na área social e na fluidez do trânsito”, esclareceu Netto.

_DSC6899

Ainda segundo o secretário interino da SMSI, já foi realizado um trabalho de retirada de menores de idade das praças pelo Conselho Tutelar com o apoio do CCO, que indicou a localização dessas crianças e adolescentes.

Outro aspecto que também faz parte da rotina dos operadores é o monitoramento do trânsito. Os acidentes registrados, principalmente, na rodovia Transamazônica são informados em tempo real para os órgãos de trânsito e fiscalização.

O Centro de Controle Operacional realizou um levantamento no final do ano passado, o qual indicou que nas áreas abrangidas pelo sistema de monitoramento diminuiu em até 58% o índice de criminalidade. Com o sistema em pleno funcionamento a ocorrência de crimes pode ser evitada, já que pessoas em atitude suspeita são claramente identificadas nas imagens.

O CCO também auxilia na elucidação de crimes, como por exemplo, num furto ocorrido na porta de uma agência bancária na Velha Marabá. O acusado de cometer um assalto tipo “saidinha de banco” fugiu pela Avenida Antônio Maia em direção ao Estádio Zinho Oliveira. As câmeras flagraram o homem entrando numa residência e poucos minutos depois sair vestido em outras roupas. A Polícia Militar já havia sido chamada e a guarnição encaminhou o acusado para a delegacia.

“A gente entra em contato em tempo real com o Niop, que repassa a informação para a viatura mais próxima. Já houve situações em que o cidadão foi pego com arma branca ou mesmo com arma de fogo”, contou Netto, acrescentando que crimes como ‘saidinha de banco’ ou furtos nas áreas comerciais são alguns dos que tiveram significativa queda no número de ocorrências. (Texto: Fabiane Barbosa/ Fotos: Helder Messiahs)

_DSC6906