Hiroshi Bogéa On line

Apenas uma lembrança

Fazia tempo que eu queria ir bem cedo à ponte do Itacaiúnas tirar umas fotos do sol nascendo sobre o Pirucaba. Fi-lo nesta manhã de sábado (4).Pena que o Serrotão não mais existe, pois suas pedras foram retiradas para uso na construção da ponte.
Um grande abraço

O amigo

Plinio Pinheiro Neto


O Pirucaba ao qual se refere o advogado e ex-deputado estadual Plínio Pinheiro é um belíssimo pedral localizado a montante da ponte sobre o rio Itacaiúnas, sempre freqüentado por quem adorava descer, nadando velozmente, as corredeiras do “Serrotão” -, pequeno canal por onde flutuavam banhistas entre imensas pedras perigosas.

Cada sessão de adrenalina expelida nas perigosas “descidas” se comemorava com beijos e amassos de raparigas sob o efeito de bebidas embriagantes.

A foto de Plínio é uma moldura na parede.

Post de 

1 Comentário

  1. Anonymous

    9 de outubro de 2008 - 22:11 - 22:11
    Reply

    Que saudades do serrotão e do espeto de carne de porco do Caetano, onde de vez em quando era ferrado na perna por mutuca e se coçava com a ponta da faca, a mesma dita que cortava a carne do espeto, que era regado a farinha de puba da grossa e molho de pimenta malagueta. Após encher o bucho tomava-se Cortezano e SOS para cair nas águas do Itacaiúnas e se deliciar nas correntezas do serrotão. Eita que saudade !

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *