Antes mesmo de chegar ao Brasil, iPhone 5 foi eleito gadget do ano

 

 

 

A revista Time elegeu o iPhone 5 como o gadget do ano, chamando-o de um dos aparelhos artisticamente mais bem produzidos, com “tela maior e um corpo mais fino e mais leve”. Outro destaque da revista é a câmera do celular, que “contribui para o conjunto de hardware, software e serviços que levaram o modelo ao topo da lista”, diz a publicação.

O iPhone 5 começa a ser vendido no Brasil na meia-noite da próxima sexta-feira, dia 14. Algumas lojas de operadoras já estão programando abrir as portas às 23h30 para vender os primeiros modelos já na 0h, quando o lançamento se inicia oficialmente.

Na operadora TIM, que divulgou os preços do aparelho em seu site, o iPhone 5 custa a partir de R$ 2.399. Outras teles, como a Vivo, no entanto, já divulgaram preços menores – partindo de R$ 1.449, dependendo do plano.

Na oitava posição está o Galaxy S3, da atual maior concorrente da Apple, a sul-coreana Samsung.

Apesar da predileção da Time pelo iPhone, dados divulgados em novembro pela empresa Strategy Analytics indicam que a Samsung vendeu 18 milhões de unidades do Galaxy S3 entre julho e setembro, enquanto a Apple distribui 16,2 milhões de iPhone 4S – o antecessor do “gadget do ano”.

Segundo o analista da trategy Analytics Neil Shah, a tela grande, a ampla distribuição em dezenas de países e subsídios de operadoras em todo o mundo estão entre as razões do sucesso do smartphone da Samsung. Segundo ele, os consumidores da Apple também deixaram de comprar o iPhone 4S no trimestre passado na expectativa do lançamento do iPhone 5.

O diretor da Strategy Analytics, no entanto, acredita que esse reinado da Samsung tenha curta duração. “O Apple iPhone 5 teve um começo sólido, com uma estimativa de 6 milhões de unidades vendidas no terceiro trimestre. Nós esperamos que o iPhone 5 supere o Samsung Galaxy S III durante o quarto trimestre de 2012”, afirmou em nota, quando a pesquisa foi divulgada.

As fortes vendas do Galaxy S III – que possui tela sensível ao toque de 4,8 polegadas – ajudaram a Samsung a registrar lucro operacional recorde de US$ 7,3 bilhões de julho a setembro. (Com informação extraída também da Info Exame)