Hiroshi Bogéa On line

“Anjo da Transamazônica”

 

Na semana em que o mundo reverencia a memória de irmã Dorothy Stang, morta em Anapu no dia 12 de fevereiro de 2005, a advogada e ativista de Direitos Humanos Mary Cohen presta  homenagem  à religiosa norte-americana, que lutava por dignidade para os trabalhadores rurais.

No mural do Face de Cohen, está escrito:

 

 

‎”Essa é irmã Dorothy, nosso Anjo na Transamazônica” , assim Felício Pontes Jr. apresentou-me Dorothy, era 2004.

Há sete anos, um ano depois, num sábado chuvoso, perdi minha amiga querida, meu exemplo maior de amor incondicional pelo próximo tal qual Jesus nos disse no Evangelho.

Pena que tenhamos convivido nesta vida somente um ano, invejo Felício, que ficou mais tempo com ela. Mas nesse um ano aprendi tanto, reformulei velhos valores, mudei minha forma de ver o mundo, libertada do preconceito e do medo.

Impressionante como ela, em vida, parece que lutava sozinha pelos desvalidos, mas depois que se foi (foi?), muitos abraçaram sua causa e prosseguem sua caminhada.

Para nós, seus amigos, ela virou semente…de amor, de dedicação ao próximo e principalmente de esperança num mundo melhor!

Te amo Dorothy!

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *