Hiroshi Bogéa On line

Ana Júlia diz que eleição de João Salame “é o melhor para Marabá”.

 

 

A ex-governadora Ana Júlia e o deputado federal Cláudio Puty, ambos do PT, desembarcaram hoje, 2, cedo,  em Marabá, e foram direto tomar café com o deputado João Salame (PPS), candidato a prefeito numa coligação formada por oito partidos.

O encontro ocorreu na residência de Salame, tendo como acompanhantes o candidato a vice-prefeito Luis Carlos Pies (PT), a deputada estadual Bernadete ten Caten (PT), vereadora Toínha Carvalho (PT) e o candidato a vereador “Marcelo do PT” – além de Abiancy Cardoso, suplente de senadora e esposa de Salame.

Em sua primeira entrevista, Ana Júlia declarou seu apoio a chapa João/Luís Carlos, destacando a eleição de ambos como real garantia de que a construção da Alpa e da hidrovia do Tocantins será perseguida como meta prioritária, além das facilidades de efetivação de parcerias entre a prefeitura de Marabá e o governo federal.

“Com o João e Luis Carlos na prefeitura, o governo da presidenta Dilma Roussef estará presente em Marabá através dos diversos programas de investimentos, principalmente obras do PAC nas áreas de habitação, infraestrutura e a viabilidade definitiva do polo metal mecânico”, disse Ana, lembrando da luta que ela travou, junto ao ex-presidente Lula , quando era governadora, para que a Alpa fosse definida como projeto de investimento da Vale.

“O que se observa agora, é um governo do Estado que virou as costas para Marabá, deixando de lado a luta pela hidrovia e até mesmo o pagamento de desapropriação do chamado Lote 11, para dificultar  a liberação definitiva da área do Distrito Industrial 3 e, consequentemente, inviabilizar o projeto de verticalização da economia de Marabá. Quando eu era governadora, realizei mais de vinte viagens a Marabá, sempre procurando contatos que viabilizassem a Alpa e ações voltadas a expansão de obras de saneamento e água potável da Cosanpa; finquei pé em Brasília, para sensibilizar o presidente Lula a forçar a Vale a incluir em seu orçamento recursos para a Alpa, além de ter criado condições para que a Sinobrás fizesse uma sociedade com a Vale visando a construção de uma grande siderúrgica, a Aline”, relembrou a ex-governadora.

Na avaliação de Ana Julia, “o governo Jatene não tem demonstrado nenhum interesse em consolidar o distrito industrial de Marabá, tampouco a Alpa, e isto é preocupante. Já se passaram quase dois anos do governo dele e o que se vê é essa paradeira total em Marabá, suas lideranças empresariais e de classe preocupadas com o futuro da economia sem que o governador venha pelo menos na cidade dar satisfação do que pretende mesmo fazer para comprovar sua contribuição a favor da hidrovia e da siderúrgica que é o sonho de todos”.

Finalizou pedindo que a população apoie “as candidaturas de João e Luis Carlos, porque essa chapa é a chapa que pode ligar a prefeitura a Brasília, abrindo portas e facilitando a conquista de recursos para o enfrentamento dos diversos problemas que afetam a comunidade. Com João na prefeitura, não tenho  dúvidas, a hidrovia será viabilizada logo e a Alpa construída em tempo recorde”.

Ana Júlia desembarcou em Marabá com a missão de representar o governo federal na solenidade de entrega de 58 retroescavadeiras às prefeituras do Pará  liberadas pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, com recursos do PAC2.

Á tarde, no Palácio Cabanagem, a ex-governadora participa de reunião com todas as tendências do PT falando sobre a importância da eleição da chapa João/Luís Carlos, para o desenvolvimento de Marabá.

 

Ana Júlia toma café com João Salame

 

Post de 

22 Comentários

  1. Anônimo

    9 de julho de 2012 - 20:38 - 20:38
    Reply

    Filha de Marabá,Já que o Pessoal do Játene usou a Copa do Brasil para culpar a Ana Júlia.e que orientou os seus Póliticos a atrapalhar a vinda da mesma.Elogie o Governo do Maurino,no Nome da Sec. de Lazer Elza que.Fizeram muito pelo Esporte de Marabá.12 estados tiveram participando de um Campeonato de Futsal em Nossa Terra é a Seleção Brasileira desta modalidade.Tá na História de Marabá.É se Administrar for fomentar o Monopólio Comercial,Fechar o Poder Público Municipal,Deixar 81% das Residencias sem Documenta-las,Deixar crescer o Deficit Habitacional espantosamente,Não Qualificar o Povo de Nossa Terra com programas,Não intervir nos conflitos Habitacionais,Não resolver o problema de trânsito e Transporte de Marabá,de Não buscar Faculdade de Medicina,Não buscou projetos do Governo Federal Médico da Família etc,Não recebeu em seu Gabinete Entidades organizada,enfim Governou só com o Fácil Feijão com Arroz.Deixou o Povo da Zona Rural, no mais completo Abandono.Oportunizou pouquíssimo Fornecedores.Foi ante Democrático é ditador.

  2. Anônimo

    9 de julho de 2012 - 19:28 - 19:28
    Reply

    Filho de Marabá,Já que o Pessoal do Játene usou a Copa do Brasil para culpar a Ana Júlia.e que orientou os seus Póliticos a atrapalhar a vinda da mesma.Elogie o Governo do Maurino,no Nome da Sec. de Lazer Elza que.Fizeram muito pelo Esporte de Marabá.12 estados tiveram participando de um Campeonato de Futsal em Nossa Terra é a Seleção Brasileira desta modalidade.Tá na História de Marabá.

  3. pois é né!

    8 de julho de 2012 - 16:25 - 16:25
    Reply

    restaria ao povo de Marabá votar nulo… se isso acontecesse é obrigatório acontecer uma nova eleição e os candidatos da 1ª não poderiam concorrer… Enfim

  4. Anonimo

    7 de julho de 2012 - 15:59 - 15:59
    Reply

    Olha o que o Tião não vez.Transporte,Regularização e legalização Fúndiária,Moradia popular,Qualificação,Esporte,Cultura,Educação,Drenagem,Apoio a Entidade organizada,Aterro Sánitário,Alavancou projetos do Governo Federal como Bolça escola e bolça Familia,não apoiou Estado do Carájás,enfim enganou o povo de Marabá.

  5. Anonimo

    3 de julho de 2012 - 19:51 - 19:51
    Reply

    Se o quadro de candidatos a prefeitos for este quem obtiver 35% dos votos válidos será o novo gestor de Marabá.

  6. Anonimo

    3 de julho de 2012 - 19:47 - 19:47
    Reply

    Maurino e Elza é a chapa que mais agrega o Povão.Maurino fica mais forte na Zona rural e area de ocupação urbana.

  7. Filha de Marabá

    3 de julho de 2012 - 19:27 - 19:27
    Reply

    Hiroshi sou filha de Marabá e te digo quero o melhor para minha cidade na ultima eleição votei no Maurino porque eu queria mudança certo! tive, o governo dele trabalhou?sim, mas não foi o suficiente ele foi muito mal assessorado mexeu no dinheiro do povo( Funcionários Públicos com Salários atrasados etc) vc viu o que aconteceu com o Fernando Collor o povo deu a resposta e vai dar novamente nas urnas. O Salame na minha opinião, não será bom pra Marabá essa historia de governo Federal vai ajudar nossa cidade não me convence se ajudasse tinha trazido a copa e outras coisas pro Pará cadê? PMDB, Nossa Senhora de Nazaré nos proteja eu não vou ariscar novamente seria um retrocesso, sobraria o Tião Miranda que tem milhões de defeito mas também tem qualidade, Administra muito bem uma cidade e e isso que o povo quer tenho certeza nosso povo e sofrido vejo isso diariamente, obrigado pela oportunidade de dar minha opinião não sou candidata a nada nem mesmo filiada a partido politico, mas sou eleitora ok.

  8. Anônimo

    3 de julho de 2012 - 18:41 - 18:41
    Reply

    hiroshi AINDA BEM

  9. ANONIMO

    3 de julho de 2012 - 15:25 - 15:25
    Reply

    O Joly você ainda não entendeu; o blog do bogéa,é diferente dos outros. Enquanto os outros são blogs INFORMATIVOS, o do bogéa é OPINATIVO, expressa a opinião dele !

  10. Eleitor

    3 de julho de 2012 - 14:42 - 14:42
    Reply

    A derrota de Ana Júlia para Jatene exprime toda a sua incompetência. Mesmo com Lula e Dilma ajudando, ela perdeu a eleição. É derrota na certa se juntar a Ana Júlia. Por isso Tião caiu fora e se juntou a Jatene. Tudo é jogo político. O mesmo jogo tá fazendo Salame, que foi oposição a Ana Júlia e aliado de Jatene. E ainda se dizem comprometidos com o povo.

  11. joly

    3 de julho de 2012 - 14:37 - 14:37
    Reply

    Hiroshi, teu blog já esta ficando muito imperial, tua moderação e por tua conta não tem parâmetro, e da forma que ti convir. Não justificar moderar incompetência….!

  12. Anônimo

    3 de julho de 2012 - 09:51 - 9:51
    Reply

    As alianças de PT e PMDB não são só em Marabá, mas no País todo. Inclusive no Governo FEDERAL. informe-se mais. É João Salame na cabeça!

  13. Matheus Fernando

    3 de julho de 2012 - 08:55 - 8:55
    Reply

    será que ainda vai ter algum individuo pra falar q o governo Jatene foi melhor q o da Ana Julia para o interior? Se a Ana Julia ainda estivesse no governo essa Alpa ja teria saído a muito tempo, eu mesmo lembro de uma dezena de vezes que a Ana veio a Marabá entregar maquinarios, etc. O Jatene? O cara veio uma vez em quase 3 anos, me pergunto como um governador visita a 3 cidade mais importante do estado 1 vez apenas…

  14. Camilla

    3 de julho de 2012 - 08:46 - 8:46
    Reply

    O POVO INGÊNUO ACHA QUE ISSO VAI SER O MELHOR PARA MARABÁ.
    ESTAS TAIS ALIANÇAS DE PT E PMDB, SÓ EM MARABÁ MESMO. RSRSRS

  15. Anônimo

    2 de julho de 2012 - 22:55 - 22:55
    Reply

    O coragem do Salame!

  16. Otávio Barbosa

    2 de julho de 2012 - 19:07 - 19:07
    Reply

    hiroshi, as candidaturas do João, Tião e Maurino, são do mesmo projeto. o João foi o defensor da candidatura do Jatene e seu partido e vice de Jatene, o tião mesmo sendo da coligação da chapa Ana Julia, fez campanha para o jatene. o Maurino é do partido de sustentação dos governos Federal e Estadual, como o do Tião e do Federal e Estadual. o projeto que eles defendem é baseado: no lucro, no consumismo, da exploração do homem pelo homem e dos grandes projetos na Amazonia que, pouco agrega valor humano. só valor econômico. refrexão, promessas de desenvolvimento para região: abertura da transamazonica, Hidroeletrica de tucurui, Programa grande carajas e agora a alpa e a hidrovia. Esses projetos beneficiaram pouco a região. Pegamos o nosso IDH, têm índices baixissimos. mais temos: um dos maiores rebanhos de gado do Brasil e pagamos a carne cara, temos a maior hidroeletrica do Brasil e pagamos energia eletrica mais cara. temos a maior empresa mineradora do mundo que explora nossas riquesas e, é isenta de pagar o ICMS. Mais um pouco a ex. governadora esqueceu o PAC no Cabelo Seco e só lembrou da Alpa, como o jatene do Tião. a duplicação da transamazonica esqueceram do povo da folha 33, da iluminação e da ciclovia, isso beneficiaria os pobres, vejam que a disputa não é de projeto é de personalismo.

  17. Anonimo quer mais

    2 de julho de 2012 - 18:40 - 18:40
    Reply

    Todos devem entender sob o prisma do interesse do povo. Não importa o candidato precisamos ver o que a Cidade precisa de fato. Esta leitura, a Ana Júlia e muitos outros, leram apenas uma parte do livro. Não leram sequer o capítulo todo.

    A ALPA não é uma necessidade do povo. A Alpa não vai curar doenças, melhorar a segurança, as escolas e etc. Tenham clareza disto.

    Precisamos, o tempo todo ter a compreensão que nossos médicos são poucos e boa parte não serve para curar um soluço. Aliás, a saúde em nossa cidade é muito cara. Fique um dia internado em um hospital particular. É uma fortuna.

    A ALPA vai trazer um hospital para a Cidade Nova, que é praticamente uma cidade? Digam-me, vai? Vai trazer mais médicos? Claro que NÃO.

    A ANA traz uma promessa que vai nos sufocar. Ela quando governadora veio por aqui 20 vezes dizer o que ía fazer e o que fez. O básico e muito básico mesmo.

    O povo não viverá às custas da ALPA, pelo contrário entendam que a população vai ter seus mínimos serviços compartilhados com um contingente que precisará de hospitais (que não foram construídos), de médicos (que alguns já foram embora desiludidos), de escolas decentes (que construiu apenas uma escola em Marabá) e etc.

    A cidade precisa ser assistida com o melhor possível. Estamos vendo apenas um discurso, o da ALPA.

    Se o João e Luís Carlos pensarem como a Ana pensou e fazer o que ela fez, vamos morrer sem segurança e sem saúde. Pensem nestas palavras.

    Ainda em tempo, pode ser que o João e Luís Carlos sejam as pessoas certas para a implantação da Alpa. Pode ser que seja este o único projeto desta gente. Queremos DESENVOLVIMENTO PARA TODOS e não apenas INCHAÇO e ENGANAÇÃO.

  18. anonimo

    2 de julho de 2012 - 17:55 - 17:55
    Reply

    E tião a vaca começou ir pro brejo .mas tião é esperto jajin ele trás jatene aí solta aquelas lorotas . iii falei dmais . aí joão do sim trás dilma e tião do não já era. bebe água onça bebe ah ah ah ah ah ah

  19. anônimo

    2 de julho de 2012 - 16:33 - 16:33
    Reply

    À, Gov. Ana Júlia, vai ter agora a oportunidade de dá o troco ao Tião do Não, pela
    traição cometida por ele, contra quem lhe indicou para o SEBRAE-PARÁ. Eta
    mundo velho redondo!

  20. Alberto Lima

    2 de julho de 2012 - 15:49 - 15:49
    Reply

    Hiroshi, sinceramente eu não consigo entender porque o povo do Pará ainda elege candidato do PSDB!
    Não é bom pra região alguma!
    Nem pro Sul, nem pro Norte (RMB) e nem pro Oeste!
    Esse cara é um atraso!.. te dizer!!
    Ele sempre lima qualquer coisa que se refere ao governo federal, principalmente sendo o governo do PT!
    Ou seja: ele quer é governar pra si mesmo!! e depois ir pescar!!!..

  21. Eleitor em dúvida

    2 de julho de 2012 - 13:42 - 13:42
    Reply

    Ana Júlia, a que passou 4 anos na frente do governo do Pará tendo o governo federal de seu partido, que não conseguiu nada pra sua gestão, vai agora fora da gestão conseguir pra Marabá, pro João que é do PPS (inimigo mortal do PT nacional)???

  22. Anonimo

    2 de julho de 2012 - 13:19 - 13:19
    Reply

    O Povo de Marabá,precisa saber que. O Tião juntamente com o Jatene, é atraso na certa para a nossa região.atrapalha a conclusão de projetos milionários do Governo Federal,que na certa irão beneficiar a nossa e visinhas regiões.O exemplo do atraso foi a eleição do Jatene.Marabá quase para,muitas firmas foram embora e já estão retornando com a promessa de conclusão dos projetos Alpa,hidróvia que atrasou por descoprimentos de compromissos e desenteresse do Governo do Estado.Com projetos Politicos do PT e PMDB,nasce uma Luz, no Sentido de termos os estados de Carajás e Tapajós.Precisamos de 1 milhão e quatrocentos assinaturas para entrarmos com um projeto Popular.Temos muita sanches de elegermos também o proximo Governo do Estado do Pará.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *