Hiroshi Bogéa On line

Ana Júlia ao lado de Jatene na inauguração da nova Santa Casa

 

 

Ana

“Ao convidar a ex-governadora, não o fiz por um mero ato de simpatia, nem por uma questão protocolar, fiz, sobretudo, para sinalizar que é possível e necessário se fazer política com qualidade. Não é possível mais aceitar, ou imaginar, que interesses pessoais tentem se impor à sociedade e fazer com que cada vez mais os serviços públicos sirvam para os interesses particulares de quem quer que seja”,

Declaração foi de Simão Jatene, ao inaugurar a nova Santa Casa ao lado da ex-governadora Ana Júlia, que iniciou a obra, e  foi convidada  para participar da solenidade.

Ele ainda afirmou para a ex-governadora que as diferenças entre eles não se eliminam pelo fato de estarem presentes na inauguração da Santa Casa, mas, o gesto significa que “Por maior que seja a nossa diferença, eu sempre vou compreender que é menor que o sofrimento das pessoas e nós temos o dever e a obrigação de mudar esse cenário”, disse.

Simão Jatene também proferiu uma palavra especial aos familiares do ex-governador Almir Gabriel, que faleceu no dia 19 de fevereiro deste ano. “É claro que tínhamos muitas diferenças, mas certamente, tínhamos uma semelhança muito significativa, que era a crença de que é possível construir um estado mais justo e mais fraterno”.

A filha de Almir Gabriel, Sâmia Gabriel, agradeceu em nome de toda a família, a homenagem feita ao ex-governador. “Essa obra tem um significado muito especial porque a concretização dela nos mostrou que é possível sonhar e realizar. E isso é a cara de Almir Gabriel. A esperança realista é a cara de Almir Gabriel. Lutar por políticas que possam reduzir a pobreza e a desigualdade é a cara de Amir Gabriel. E a Santa Casa sempre foi a verdadeira cara de Almir Gabriel, pois foi para essa instituição que ele dedicou grande parte de sua vida”, enfatizou.

A Unidade Materno Infantil “Dr. Almir Gabriel”, conhecida como Nova Santa Casa, conta com 406 novos leitos instalados em uma área de 22 mil metros quadrados. O complexo tem oito pavimentos, com leitos distribuídos nas alas de Pediatria, Neonatologia, UTI Materna e Pediátrica, Maternidade, Unidade de Cuidados Intermediários (UCI), ala para o programa “Mãe Canguru” e acolhimento obstétrico.

Durante a cerimônia, a presidente da Fundação Santa Casa de Misericórdia, Eunice Begot, expôs alguns números de atendimento da maior maternidade do Norte do país, com três séculos de existência. “A Santa Casa recebe hoje, por mês, cerca de três mil mulheres só para atendimentos obstétricos e realiza em média 600 partos, 86% dos quais de alto risco”, disse.

Ela explicou, ainda, que 170 leitos da Santa Casa centenária continuarão disponíveis para clínica médica e cirúrgica. Com a nova unidade, a Santa Casa passa a receber cinco mil mulheres e a realizar 800 partos por mês, com muito mais conforto e segurança. “Podemos garantir que todo esse trabalho continuará sendo feito com dedicação e carinho pelos mais de três mil profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos, atendentes e toda a equipe que trabalha aqui nesta instituição tão especial”.

O representante do Ministério da Saúde (MS), Antônio Ribas, coordenador da Atenção Básica do MS, parabenizou o Governo do Estado pelas novas instalações da Unidade Materno-Infantil Dr. Almir Gabriel. “Sem dúvida hoje está sendo dado no Pará um passo muito importante para a população. Nós, do Ministério da Saúde, estamos muito felizes e satisfeitos com tudo que vimos aqui. E tenham a certeza de que vocês poderão contar sempre com o Ministério da Saúde e com a presidente Dilma”, concluiu.

 

Infraestrutura

A infraestrutura do hospital, que custou cerca de R$ 170 milhões, sendo R$ 135 milhões de recursos próprios do Estado, passa a oferecer 122 leitos em vez dos 110 existentes. Já os leitos de Unidades de Tratamento Intensivo passam de 70 para 100, sendo 10 adulto/materno, 10 pediátricos e 10 Neonatais.

Na ala pediátrica serão abertas oito novas vagas para pacientes clínicos e 14 para pacientes cirúrgicos, totalizando 62 leitos pediátricos, que atenderão várias especialidades, entre as quais a Nefrologia. O ganho em leitos também envolverá a pediatria cirúrgica, incluindo a Neurocirurgia, que é o atendimento das crianças portadoras de hidrocefalia e outras alterações do sistema nervoso central.

Outros 16 leitos estarão reservados para patologias ginecológicas, distribuídos em uma enfermaria específica. Neste setor, as mulheres poderão realizar, inclusive, procedimentos videolaparoscópicos em novas salas de cirurgia.

 

  Com informação de Bruna Campos – Secom

Post de 

7 Comentários

  1. luan

    1 de outubro de 2013 - 15:11 - 15:11
    Reply

    uma coisa é certa primeiro a Ana Julia apoiou um candidato do PPS no interior do Pará agora está no lado do Jatene isso pode significar alguma coisa quem e outra esse negócio de diferença é tudo conversa fiada acho que a Ana Julia está querendo apoiar o Jatene na eleição de 2014 juntamente com o PT que é o partido dela alem do que o governador tendo o apoio dela e do PT teria apoio da Dilma e do Lula sei que é quase impossível prever PSDB e PT juntos ainda mais em Belém mas é possível eles se unirem contra o PMDB e obviamente seria uma vitória certa ao Jatene.

  2. Francisco Sampaio Pacheco

    20 de setembro de 2013 - 14:26 - 14:26
    Reply

    Caros,

    Vejam só, politica com qualidade? Fala sério!

    E as crianças em ruinas que nem lágrimas possuem, e por isso não sabem mais nem chorar!
    Deixa estar, há um alguém fazendo conta pra um dia cobrar!
    Fala sério!

    Saudações marabaenses!

  3. Francisco Sampaio Pacheco

    20 de setembro de 2013 - 14:14 - 14:14
    Reply

    Caros,

    Vejam só, politica com qualidade? Fala sério!

    E as crianças em ruinas que nem lágrimas possuem, e por isso não sabem mais nem chorar!

    Deixar estar, há um alguém fazendo conta pra um dia cobrar!

    Fala sério!

    Saudações marabaenses!!!

  4. silva

    19 de setembro de 2013 - 16:57 - 16:57
    Reply

    Será que as pessoas tao cegas, não veem como ta o sudeste do Pará esquecido pelos governos que ali passaram, ta na hora de mudar essa classe politicas que nos representa ou seja representa uma minorias que somente se dá bem e se beneficiam com isso pois quem sofre é a pobre população que é esquecidos nos interiores deste imenso estado, vamos lutar pela sua divisão,

  5. paulo cunha

    19 de setembro de 2013 - 08:46 - 8:46
    Reply

    Sei não…..tem coisa no ar. Ana julia já disse que o PT tem que ter candidat. todo candidato a dep. e etc não gosta de tirar do seu. será que ela levou aquee humzinho pra campanha dela? o tempo dirá. ela não apoio acordo com o pmdb no primeiro turno(ela e a torcida do Remo aqui no estado). Só um candidato na disputa com o jatene,o pleito acaba no primeiro turno,claro,a favor do jatene.

  6. Jonatas

    18 de setembro de 2013 - 06:05 - 6:05
    Reply

    Assisti, no telejornal a inauguração, fiquei emocionado ao vê a ex-governadora Ana Júlia presente ao ato, dando uma demonstração de civilidade e acima de tudo uma atitude de grandeza para o Pará. Parabéns, Gov . Jatene, pois, o seu discurso de que o Pará é maior do que todos nós(POLITICOS) juntos, ontem se eternizou com você ao lado de Ana Júlia. Assim, o Pará estará sempre no rumo certo!

  7. Djalma

    17 de setembro de 2013 - 15:10 - 15:10
    Reply

    Acabei de assistir na TV senado pronunciamento do Flexa Ribeiro dizendo que embora convidada a ex-governadora Ana Jukia não compareceu a inauguração .
    É dose assistir na TV Senado as idiotices do Mario Couto e em seguida ver o Flexa falando asneiras.
    O único que não consegui ver nenhuma vez no senado foi o Jader Gazeteiro.

Leave a Reply to paulo cunha

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *