Hiroshi Bogéa On line

Amat: sinônimo de empreguismo

A Amat (Associação dos Municípios do Araguaia-Tocantins) nunca esteve no limbo, como vive, atualmente.

Apesar dos esforços da atual diretoria buscando mudar o curso dos atropelos, maioria dos prefeito associados não permite.

Oficializaram, descaradamente, o empreguismo, dentro da instituição, que já teve seus momentos de poderio.

Pra se ter ideia do tamanho do cabide, quase todos os prefeitos tem apadrinhados contratados na associação. E quando algum dirigente da Amat propõe reduzir o quadro de servidores inoperantes, o caratonha ameaça desfiliar seu município.

Ou seja, os caretas estão usando os recursos da Amat para pagar salário de incompetentes.

Como alternativa final para se acabar com todos seus problemas, o ideal seria fechar  a Amat.

Sem direito a balanço.

Post de 

2 Comentários

  1. Anonymous

    14 de junho de 2010 - 20:52 - 20:52
    Reply

    E lamentavel quando se fala em Divisão do Estado e oportunistas querendo emprego tentam macular a imagem da AMAT, orgão representativo dos Prefeitos que o Governo e alguns Deputados tenta a todo custo desmontar…… a AMAT vai continuar …tem que continuar vivendo…..e recuperando o prestigio que sempre tera…não sou prefeito mais sei da importancia da AMAT
    AMAR VIVA..MELHOR PARA O SUL DO PARA…

    Eduardo Cavalcante

  2. Anonymous

    14 de junho de 2010 - 11:55 - 11:55
    Reply

    Além do grave problema do empreguismo, a Amat tornou-se sinonimo de inoperância e desprestígio. Se fechar, já fecha tarde.
    Élcio Ribeiro (Parauapebas)

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *