Amarrando bigodes

Publicado em 29 de novembro de 2007

Passou praticamente despercebido pela grande imprensa o entrevero dos deputados federais Beto Faro (PT) e Ronaldo Caiado (DEM-GO), durante a presença do ministro da Justiça, Tasso Genro, na Comissão da Amazônia que debateu as invasões de terra no Sul do Pará.

Em determinado momento, Faro dirigiu-se aos parlamentares, criticando-os por criarem clima de violência contra religiosos defensores das causas sociais, cobrando ainda a apuração de morte de trabalhadores rurais.

Ronaldo Caiado reagiu ao seu estilo agressivo, citando o comportamento heterodoxo de determinados sacerdotes, segundo ele, estimuladores das ocupações e desapropriação. Na avaliação do parlamentar goiano, os fazendeiros da região das áreas saqueadas acumulam prejuízos superiores a R$ 100 milhões.