Almir, a candidatura

Publicado em 4 de agosto de 2009

Desmentidos podem até pintar, seria estranho não ocorresse nas circunstancias atuais, mas a fonte merece crédito e ouviu a história da boca de pessoa que, pelo menos tempos atrás, teve sua casa num município do Sudeste freqüentada com assiduidade pelo ex-governador Almir Gabriel.


O papo ocorreu dia desses, por ocasião da recente viagem de Almir a Belém, ao solicitar da pessoa uma conversa com ele na capital.


Primeiro, o ex-governador lhe revelou o que ainda não estava público: a separação judicial definitiva dele da ex-esposa, dona Socorro.


Depois, se disse propensoa analisar commuita disposiçãoa possibilidade de disputar uma vaga ao Senado, em 2010. Pediu relato da situação política no Sudeste do Pará e como ele, Almir, ainda é avaliado pela população.


A reunião demorou mais de duas horas. Ao final, o ex-governador recomendou reservas sobre o encontro de ambos e, mais ainda, do conteúdo da conversa.